Sport encara primeiro desafio da temporada contra Tombense pela Copa do Brasil
Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Sport encara primeiro desafio da temporada contra Tombense pela Copa do Brasil

Leão disputou apenas cinco partidas neste começo de temporada e só uma com um grau de dificuldade maior

miguel-angelo
Miguel Inácio

O Sport vai até Tombos, em Minas Gerais, para enfrentar o Tombense pela primeira fase da Copa do Brasil. A partida, que acontece às 20h30 desta quarta-feira (13), promete ser o primeiro grande desafio da temporada para a equipe de Milton Cruz.

Fora da Copa do Nordeste e, recentemente, rebaixado para a segunda divisão nacional, o Sport vem passando por um trabalho de reformulação, seja na diretoria, com a eleição de Milton Bivar, seja em campo, com a chegada do novo treinador para a temporada e algumas contratações. Os Rubro-negros sustentam um aproveitamento de 80% neste início de temporada, com quatro vitórias em cinco jogos.

O questionamento é em torno da qualidade dos adversários que enfrentou, já que o Sport venceu o Petrolina, América-PE, e Vitória-PE pelo estadual. A outra vitória, também pelo Campeonato Pernambucano, veio contra o Náutico, num clássico em que a equipe Timbu acabou demonstrando poucas forças diante do rival. Ou seja, a equipe leonina ainda não foi testada à prova de fogo em 2019, até agora. Outro sinal de alerta foi a derrota na estreia do estadual, contra o Flamengo-PE, jogo no qual o Leão saiu na frente mas acabou derrotado.

Por outro lado, o Tombense não passa por uma fase boa. Chegou a vencer a equipe reserva do Atlético-MG, pelo Campeonato Mineiro, por 1 a 0, mas desde lá, não venceu mais. Foram quatro partidas com dois empates e duas derrotas. A partida contra o Galo foi a única vitória do Tombense na temporada, por enquanto.

Tudo ou nada para o Tombense

Disputando a Série C, o Tombense conseguiu vaga na Copa do Brasil de 2019 com as classificações de Atlético-MG e Cruzeiro para a Copa Libertadores, e vai disputar a competição pela terceira vez em sua história. E a Copa do Brasil pode ser lucrativa para a equipe, já que a cota caso se classifique para a segunda fase seria de 625 mil reais. Para equipes da terceira divisão nacional, é uma boa forma de financiar uma campanha mais sólida. O volante Lucas Chapecó comentou sobre a importância da competição.

“É mais uma vitrine, uma oportunidade de mostrar o futebol. A gente sabe que a Copa do Brasil tem muita importância pela influência por causa da renda que dá ao clube. Sabemos que o Sport é um grande clube do Nordeste, mas vamos fazer o possível para sairmos com a classificação”, analisou.

Para receber o Sport, o Carcará deve entrar em campo com Felipe, David, Lincoln, Reynaldo e Bruninho; Rodrigo, Trindade (Cassio Ortega) e Juan; Éverton, Rafinha e Ricardo Jesus.

Sport quer apagar um tombo

Em situação financeira complicada neste início de temporada, uma classificação com prêmio monetário pode ser um alívio para as contas Rubro-negras. Sem falar da pressão que a equipe carrega após ter sido eliminado de forma surpreendente contra o Ferroviário-CE na segunda fase Copa do Brasil da temporada passada, partida em que o Leão tinha 3 a 0 no placar até os minutos finais, sofreu o empate e acabou derrotado nos pênaltis dentro da Ilha do Retiro. O técnico Milton Cruz valorizou o adversário e ressaltou a dificuldade de enfrentar o Tombense fora de casa.

“Vamos ter um jogo complicadíssimo pela frente. Não só pela partida, mas pelo fato deles já estarem trabalhando mais tempo que a gente, um mês a mais. Na parte física e técnica eles já fizeram mais jogos que a gente. Além disso há um desgaste na viagem, o gramado, o campo que é estreito. É difícil jogar lá”, comentou.

A equipe Rubro-negra, até por conta da reformulação, conta com jogadores mais jovens que não têm tanta rodagem na Copa do Brasil, como é o caso de Charles, Ezequiel e Adryelson. Por outro lado, Rafael Thyere, Durval e Magrão já levantaram o troféu da competição.

Thyere, inclusive disputa vaga na zaga titular do Sport, com Cléberson. Outra disputa de posição acontece no ataque. Hernane Brocador e Elton brigam pela posição de centroavante do Leão. Para enfrentar o Tombense, o time de Milton Cruz deve entrar em campo com Magrão; Norberto, Adryelson, Cleberson (Rafael Thyere) e Sander; Ronaldo, Charles, Ezequiel, Leandrinho e Guilherme; Hernane Brocador.

VAVEL Logo