Chapecoense enfrenta Unión la Calera pela classificação na Copa Sul-Americana 
Foto: Márcio Cunha / Chapecoense

Chapecoense enfrenta Unión la Calera pela classificação na Copa Sul-Americana 

Recebendo os chilenos em casa, Chape conta com retrospecto positivo na competição 

jullianapaulino
Julliana Paulino

Buscando a classificação dentro de casa, a Chapecoense recebe o Unión la Calera para partida decisiva pela Copa Sul-Americana. Vindo de um empate sem gols no Chile, o jogo está aberto para a decisão dentro da Arena Condá nesta terça-feira (19). 

O duelo da noite promete ser mais que uma classificação, as semelhanças vão além do desejo de passar de fase. Sendo os únicos times de suas respectivas cidades, as equipes são impulsionadas pela paixão e simplicidade dos torcedores. 

Novato no continente, essa é a primeira participação internacional na história do Unión la Calera, que jogou por 64 anos disputando dentro do seu país. A Chape, que estreou internacionalmente em 2015, jogou por 42 anos em solo brasileiro. 

Campeã da competição em 2016, o time brasileiro conta com retrospecto positivo na Copa Sul-Americana, apesar de nunca ter ganhado fora de casa, a equipe nunca perdeu uma partida dentro da Arena Condá. 

Mesmo com o passado a favor, o Verdão entra em campo com respeito e cautela com o adversário. Claudinei Oliveira, técnico da equipe catarinense, deixou claro que não cometerá loucuras atacando sem organização.  

"A gente monta a equipe com o intuito de não sofrer gols e de fazer. Precisa da vitória, mas se sair que nem louco e tomar um, temos que fazer dois. Temos que procurar dar um passo a frente ofensivamente, mas sem descuidar lá atrás. Atacar com 9 e defender com 1 não é receita de sucesso, é receita de fracasso", afirmou o técnico. 

As equipes estão em níveis de preparação diferentes, o time chileno só entrou em campo duas vezes esse ano em partidas oficiais, já a Chape vem do desgaste de dez partidas desde 17 de janeiro e peças importantes no departamento médico.

Em suas últimas partidas, o La Calera venceu o Palestino por 2 a 0, e o Verdão empatou sem gols em casa com o time alternativo do Figueirense. A equipe catarinense recebeu vaias e cobrança dos torcedores no fim da etapa. Diante do acontecido, o Claudinei Oliveira pediu confiança da torcida. 

"A gente espera contar com o apoio do torcedor. Ano passado no momento mais difícil estiveram ao nosso lado. Esse jogo não tem outro. Não podemos querer que o torcedor resolva, quem resolve é o jogador, mas se ele vier com a gente as coisas ficam mais fáceis", concluiu o técnico. 

Para a decisão, Bruno Pacheco afirma que a equipe precisa ser inteligente e saber a hora de atacar e defender. Estando de olho no adversário, que também terá oportunidade de marcar gols. O lateral afirma que não há outra saída para o time alviverde, senão se doar 100, 110, 120% para sair com a classificação. 

A provável escalação da equipe catarinense conta com a baixa importante do centroavante Welligton Paulista, que vinha sendo titular absoluto na equipe. O jogador teve lesão de grau 2 no glúteo mínimo e sartório na véspera da decisão, o substituto é o atacante Everaldo, que ainda não estreou com o time titular em um início de partida. 

A partida está marcada para acontecer nesta terça-feira (19), às 21h30 no horário de Brasília, na Arena Condá em Chapecó. 

VAVEL Logo