Claudinei lamenta 'má sorte' da Chapecoense em eliminação precoce na Sul-Americana
Foto: Márcio Cunha/Chapecoense

Claudinei lamenta 'má sorte' da Chapecoense em eliminação precoce na Sul-Americana

Pe o critério de gols fora de casa, Unión la Calera garantiu a classificação para a segunda fase da competição após 1 a 1 em Chapecó; técnico preferiu não pontuar erros individuais 

beatrizfabbri
Beatriz Fabbri

A Chapecoense não conseguiu garantir a classificação nesta terça-feira (19) diante do Unión La Calera após empate por 1 a 1, na Arena Condá, pelo jogo de volta na primeira fase da Copa Sul-Americana. Com o primeiro jogo em 0 a 0, o critério que conta gol fora de casa auxiliou a equipe chilena a garantir a vaga para a próxima fase. O jogo também contou expulsão e muita polêmica.

O treinador da Chape, Claudinei Oliveira, não apontou críticas a nenhum jogador, muito menos no desempenho do time. O técnico apenas lamentou a má sorte de não conseguir conquistar a vitória e, com ela, o carimbo para a próxima fase. 

"Lá não fizemos um bom jogo. Hoje foi o contrário, um time tentando jogar e o outro não. Até a saída do Douglas, conseguimos chegar na linha de fundo para cruzar. Depois apareceram as dificuldades. Finalizamos 20 bolas da área. Estou satisfeito pelo volume e pelas chances criadas. Antes vinha o resultado sem desempenho, e agora veio o desempenho, mas não conseguimos o resultado e as críticas vieram igual. Os jogadores deram o máximo, mas o máximo não foi suficiente para classificação mas não tenho nada para falar de ninguém", afirmou o técnico em coletiva após o jogo.

Por outro lado, o autor do gol da Chape na partida, Everaldo, reclamou da postura da arbitragem. "A gente criou, jogou. Infelizmente não conseguimos, mas o que fica é que nos doamos. Futebol é assim. Eles tiveram uma chance e fizeram, nós tivemos várias e não conseguimos. Sul-Americana é um jogo difícil, eles sabem segurar, catimbar. Falei o tempo todo com o árbitro e sabia que no final ia dar poucos minutos. Não é uma desculpa, mas creio que merecemos muito mais", disse o jogador.

A Chapecoense tem pela frente, pelo Campeonato Catarinense, o Marcílio Dias, no domingo (24), fora de casa, às 17h. Com 18 pontos, empatados com a mesma soma de pontos do atual líder, Figueirense, o time verde busca a vitória e espera por um tropeço do rival. 

VAVEL Logo