CRB bate Goiás nos pênaltis e se classifica para próxima fase da Copa do Brasil
Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás 

CRB bate Goiás nos pênaltis e se classifica para próxima fase da Copa do Brasil

Em partida com dez cartões amarelos, falha de Sidão e queda de energia no estádio, as equipes levaram a decisão para as penalidades 

isabella-molina
Isabella Molina
goiasSidão; Kevin, David Duarte, Rafael Vaz e Jefferson; Geovane, Léo Sena (Marcinho, min. 66) e Renatinho; Marlone, Michael (Leandro Barcia, min. 90) e Júnior Brandão (Brenner, intervalo). Técnico: Maurício Barbieri
CRBEdson Mardden; Júnior, Wellington, Edson e Guilherme; Claudinei, Ferrugem (Lucas, min. 34), Mateus e Danilinho (Hugo Sanches, min. 71); Mailson e William Barbio (Felipe Menezes, min. 91). Técnico: Roberto Fernandes
Placar0-1, min. 46, Wellington Carvalho. 1-1, min. 59, Renatinho.
INCIDENCIASCopa do Brasil – segunda fase. Estádio da Serrinha (Goiânia)

Goiás e CRB se enfrentaram na noite desta quinta-feira (21), no Estádio da Serrinha, em Goiânia, pela segunda fase da Copa do Brasil. No tempo regular, a partida terminou 1 a 1. Os alagoanos conseguiram se classificar nos pênaltis por 3 a 2. 

O primeiro tempo foi bastante pegado. O jogou todo somou um total de dez cartões amarelos, mas só no primeiro tempo, foram sete cartões. Cinco para o Galo e dois para o Verdão. Os donos da casa trabalharam de forma bastante ofensiva e tiveram muitas chances de marcar. 

Logo no início do jogo, saíram duas finalizações para o Goiás. Renatinho foi o primeiro a finalizar com perigo. Depois, foi a vez de Léo Sena, mas a bola desviou e saiu pela linha de fundo. 

Aos 16 minutos, Renatinho avançou pelo lado esquerdo do campo de ataque e cruzou fechado para a área, mas o goleiro Edson Mardden defendeu. Quatro minutos depois, Marlone, com liberdade, avançou pelo meio de campo e lançou para Júnior Brandão, mas o atacante finalizou para fora. 

Léo Sena soltou uma bomba de fora da área, quase abrindo o placar aos 28. Mas, novamente, o goleiro do CRB fez a defesa. No minuto seguinte, Michael bateu cruzado e mandou rente à trave. 

Aos 33 minutos, em cobrança de falta, Renatinho lançou no meio da pequena área e o goleiro espalmou. No rebote, David Duarte quase fez para o Alviverde.

Por conta de falta de energia em uma das torres de iluminação do estádio, aos 34 minutos, o jogo foi paralisado. Após 23 minutos de paralisação, a partida foi retomada.

Quando o jogo foi retomado, Renatinho finalizou e o goleiro deu rebote. Michael tentou chegar para concluir, mas estava em condição de impedimento. 

O segundo tempo começou movimentado. Com um minuto de jogo, em falha do goleiro Sidão, que deixou a bola passar por baixo de seu corpo, o zagueiro Wellington Carvalho empurrou, abrindo o placar para o CRB. 

Aos 14 minutos, Renatinho igualou para o Goiás. O jogador caiu dentro da área e o juiz marcou penalidade máxima. Na cobrança, o atacante deslocou o goleiro e converteu o pênalti.

Sem mais gols no tempo regular, a decisão foi para os pênaltis. As duas primeiras cobranças dos dois times foram convertidas. Já na terceira, ambos os clubes não conseguiram converter. Rafael Vaz, quarto jogador a cobrar para o Goiás, também errou. Sidão, defendeu o pênalti cobrado por Wellington Carvalho. 

Depois de quatro cobranças, estava tudo igual para as equipes. Renatinho, o último cobrador do Alviverde, chutou e a bola bateu na trave. Felipe Menezes conseguiu converter o último pênalti do Galo da Praia e os alagoanos se classificaram para a próxima fase da competição.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo