Fluminense esbarra na marcação do Antofagasta e empata sem gols no Maracanã
Luciano em disputa de bola com jogadores chilenos (Foto: Lucas Merçon / Fluminense)

Fluminense esbarra na marcação do Antofagasta e empata sem gols no Maracanã

Tricolor é melhor, luta até o fim, mas para nas mãos do goleiro Hurtado; chilenos jogaram totalmente na defesa 

vitor-melo
Vitor Melo

Empate com um sabor de derrota para os tricolores. Na noite desta terça-feira (26), em jogo de ida da primeira fase da Sul-Americana, o Fluminense recebeu o Antofagasta, no Maracanã, e ficou no 0 a 0. Com esse resultado, o Time de Guerreiros  vai para a partida da volta precisando de um empate com gols, ou até mesmo uma simples vitória, para avançar à segunda fase da competição continental.

Dominou, mas não fez

A partida começou com o tradicional domínio da posse de bola pelo Fluminense, mas com pouca objetividade nas ações ofensivas. Já o time chileno, pressionava a saída de bola através de sua marcação alta e dificultava a criação de jogadas mais agudas pelos mandantes. Através deste panorama, o Flu chegou assustando somente aos 26 minutos, quando Luciano arriscou de fora da área, obrigando Hurtado a realizar boa defesa. 

Superior no confronto, o Tricolor era pouco ameaçado pelo Antofagasta, que por sua vez, apontava dificuldades na criação de jogadas. Assim, em bola parada, os donos da casa tiveram sua melhor chance no embate aos 35: Caio Henrique cruzou certeiro para Matheus Ferraz cabecear com força, parando na grande defesa do arqueiro. Apostando nas jogadas de bola aérea, o Flu teve duas chances em sequência. Aos 39, Gilberto aproveitou cruzamento de Daniel e carimbou a trave esquerda. Cinco minutos depois, foi a vez de Yony Gonzalez testar para nova intervenção do goleiro. 

Hurtado, o salvador

Na volta para a etapa complementar, o Time de Guerreiros manteve a postura apresentada na parte final dos primeiros 45 minutos. Desta forma, não demorou muito para o Flu levar perigo à meta visitante. Aos dois minutos, após cobrança de escanteio, Yony Gonzalez aproveitou a sobra no bate-rebate e mandou para o gol. Porém, Hurtado estava atento e fez a defesa de maneira espetacular. 

O lampejo de lucidez por conta do Antofagasta surgiu aos cinco minutos. No lance, Collao soltou uma bomba de fora da área, para a defesa de Rodolfo. O Fluminense permaneceu buscando um gol para levar na bagagem do jogo de volta, mas acabou sem sucesso. Aos 16 minutos, Everaldo recebeu cruzamento na pequena área e testou para o gol, mas acabou desperdiçando a oportunidade.  

Aos 30 minutos, Caio Henrique arriscou chute de dentro da área e parou na defesa do goleiro chileno. Com o andar do relógio, Hurtado se consagrava cada vez mais como o nome do jogo. E lá estava ele para livrar sua equipe no último lance do confronto. No minuto 47, o Flu teve a sua chance de reverter o panorama da partida. Após falta cobrada por Caio Henrique, Matheus Ferraz cabeceou no canto direito do arqueiro, mas o camisa 1 se esticou todo e realizou grande defesa. Placar final: 0 a 0

Lembrando que a partida de volta entre Antogasta e Fluminense acontece no Chile, dia 20 de março (quarta-feira), às 19h15. Quem ganhar se classifica. Mais um 0 a 0 leva a decisão da vaga para os pênaltis e um empate com gols classifica a equipe brasileira.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo