De volta após 14 meses, Cavalieri se diz feliz apesar do revés: "Estava ansioso por esse momento"
Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo

De volta após 14 meses, Cavalieri se diz feliz apesar do revés: "Estava ansioso por esse momento"

Goleiro alvinegro, que não atuava em uma partida oficial desde dezembro de 2017, foi titular contra o Volta Redonda

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Uma das principais contratações para esta temporada, Diego Cavalieri enfim fez sua estreia com a camisa do Botafogo. Porém, o resultado final não foi o que era esperado. Sem atuar em uma partida oficial desde dezembro de 2017, o goleiro foi titular na derrota por 1 a 0 para o Volta Redonda, em duelo válido pela segunda rodada da Taça Rio.

Apesar do revés, o atleta de 36 anos diz ter saído satisfeito e feliz de por retornar aos gramados depois de tanto tempo.

"Foi um longo período longe. Meu último jogo tinha sido na última rodada do Brasileiro de 2017. Estava ansioso por esse momento, passei um período difícil no ano passado por tudo o que envolveu minha saída do Fluminense. Depois, um tempo parado. Estou muito feliz por poder voltar. O resultado não saiu como esperávamos, mas fico feliz por estar trabalhando com um grupo muito bom, um ambiente maravilhoso. Todos me passaram muita tranquilidade".

Cavalieri falou sobre o apoio dos colegas de clube do treinador Zé Ricardo, que o apoiaram desde o dia de sua chegada. O arqueiro rasgou elogios a seu companheiro de posição, Gatito Fernández, que não pode jogar devido à fortes dores no dedo. 

"Sempre tive muito apoio em casa, da família, amigos, namorada. Cheguei no Botafogo e fui muito bem tratado, recebido. Esse alicerce motiva a evoluir mais rápido. Feliz com tudo o que estou vivendo. É trabalhar para voltar ao mais alto nível o mais rápido possível".

O experiente jogador também afirmou a necessidade de estar sempre trabalhando, pois nunca se sabe quando as oportunidades irão surgir, principalmente no Botafogo, um clube de tradição no gol.

"Quero estar bem preparado para quando surgir a oportunidade. Botafogo tem grande tradição no gol. Jefferson é um cara que sempre admirei, tecnicamente nem se fala, um cara fantástico. Gatito também, os outros goleiros. Um ambiente maravilhoso. Todos trabalham com o objetivo da titularidade, mas eu sei por que fui contratado, sei da história do Gatito aqui. O importante é estar preparado para, quando tiver oportunidade, poder corresponder."

Por fim, Cavalieri comentou o lance do gol do Volta Redonda. Para o goleiro, que ainda fez uma boa intervenção no final da partida, Bruno Barra, autor do tento, foi feliz no arremate. 

"Foi felicidade deles no lance do gol. Saiu uma jogada da lateral, o cara fez o pivô e o Bruno Barra acabou acertando um belo chute. No jogo não tive tantas exigências. No final teve outra bola que defendi. Bom estar na ativa. Lutamos, foi um jogo equilibrado".

VAVEL Logo