Allianz Parque realiza
ação em homenagem ao Dia Internacional da Mulher
Foto: Leticia Denadai/ VAVEL Brasil

Allianz Parque realiza ação em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

As torcedoras tiveram direito à meia-entrada para conhecer o estádio do Palmeiras e ainda ganharam de presente uma foto ao lado da Taça Libertadores da América

isabella-molina
Isabella Molina

O Allianz Parque, nos dias 8, 9 e 10 de março, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, ofereceu para as torcedoras do Palmeiras 50% de desconto na compra do ingresso para realizar um tour pelo estádio.

Além de conhecer o estádio do Verdão em um passeio com duração de 1h15, as mulheres puderam levar, como presente, uma foto ao lado da Taça Libertadores da América, conquistada pelo clube em 1999.

As repórteres da VAVEL Brasil, Isabella Molina e Leticia Denadai acompanharam, com exclusividade, um dos tours que foram realizados no dia 08 de março.

Isabella Soares, 21 anos, uma das anfitriãs do Allianz Parque Experience e torcedora do Palmeiras, disse que é gratificante ver o lugar que ela trabalha abraçando essa causa, ainda mais em um meio que é tão machista.

“Escutamos frases como ‘volta para a cozinha, lugar de mulher não é aqui’, além de olhares e assovios”, contou a palestrina.

A anfitriã ainda comentou sobre o preconceito que, às vezes, as mulheres sofrem por trabalhar com futebol.

“A gente sofre por querer, por exemplo, dar uma informação, e o cara achar que ele sabe mais por ser homem e te corta no meio do tour, o que é bem chato”, lamentou.

Segundo Isabella, a ação realizada pelo Allianz Parque foi um caminho para atrair mais ainda o público feminino para o campo.

“O Palmeiras tem uma torcida feminina muito grande, então muitas mulheres já vêm, mas agora, com a foto que irão ganhar e com a meia-entrada, as mulheres são muito mais atraídas para cá. Isso tudo é inclusão, e a gente precisa”, comentou.

Foto: Leticia Denadai
Foto: Leticia Denadai/ VAVEL Brasil 

 

Algumas torcedoras não sabiam da ação e foram pegas de surpresa, como foi o caso de Maria Luiza, de 29 anos.

“Quando cheguei ali no balcão para comprar o ingresso, a moça que estava atendendo disse que eu tinha direito a meia-entrada e eu perguntei o porquê. Aí eu soube que era por conta da ação em homenagem ao Dia da Mulher”, contou a torcedora.

A ação atraiu até mesmo torcedora dos clubes rivais. Cristiane, torcedora do Corinthians, foi visitar o estádio juntamente com o noivo, torcedor palmeirense. Ele soube do desconto oferecido pelo Allianz Parque e a levou com ele.

Para Cristiane, os outros clubes também deveriam fazer atos deste tipo para aproximar o público feminino do esporte.

A torcedora rival afirmou ter gostado do estádio. “É bonito aqui”, elogiou.

Celso levou sua filha, Lorena, de apenas cinco anos, para conhecer o estádio do seu time do coração e contou que a menina não perde um jogo. O palmeirense disse que incentiva bastante a filha.

“Ela tem cinco anos e já treina futsal, porque o irmão treina, então ela também quer. Eu a apoio ao máximo, tanto no futsal quanto no judô, que os dois também já treinam. Sou super a favor do esporte, independentemente da idade e do sexo”, disse.

Foto: Leticia Denadai
Foto: Leticia Denadai/ VAVEL Brasil

 

Fellipe Senna, que trabalha na mídia e comunicação do Allianz Parque Experience, contou que, em quatro anos, é a primeira vez que eles fazem algo relacionado ao Dia Internacional da Mulher.

“Nós víamos que a representatividade feminina nos estádios, principalmente aqui no Allianz Parque, cresceu muito nos últimos tempos. Mas, no tour, a gente sentia essa necessidade, então pensamos que o ideal seria que tivéssemos vários públicos. É muito difícil você ver duas amigas vindo, namoradas, mãe e filha. Nós não vemos. Então, isso é um pontapé inicial para que a gente consiga trazer um novo público”, disse.

Fellipe também contou que a mulher quase nunca vai fazer o tour sozinha, na maioria das vezes é acompanhada de uma figura masculina.

“O público feminino costuma vir, claro, mas muitas vezes vem quando tem uma família muito grande ou vem junto com o namorado, com o pai. A mulher nunca vem sozinha. E aí nós pensamos que o objetivo é mostrar que o público feminino pode vir sozinho ou pode vir acompanhado, porque as portas estarão sempre abertas, já que aqui é a nossa casa, é a casa do palmeirense e do amante de futebol também”, afirmou.

Para ele, há um certo medo de vir sozinha por conta do preconceito que as mulheres sofrem no futebol que, embora tenha diminuído, ainda existe e é bastante presente.

“Nosso objetivo é mostrar que o público feminino tem que ter oportunidades, porque também entende muito de futebol. Atualmente, temos 12 anfitriões e cinco são mulheres. Conseguimos equilibrar, o que no início da operação era um pouco mais difícil. Todas elas são apaixonadas pelo Palmeiras, todas gostam de falar sobre futebol, então, pelo menos aqui, podemos dizer que o estigma já saiu. Nós temos mulheres que entendem muito de futebol, assim como homens, então todos estão juntos”, contou.

De acordo com o Fellipe, a intenção do Allianz Parque é expandir a ação.

“Nossa intenção é que, no decorrer do ano, a gente expanda e isso não fique só no dia 8 de março”, finalizou.

MEDIA: 5VOTES: 8
VAVEL Logo