Allan fala sobre sua volta ao Brasil e elogia Fluminense: “Vim para o lugar
certo e é aqui que vou ficar”
FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

Allan fala sobre sua volta ao Brasil e elogia Fluminense: “Vim para o lugar certo e é aqui que vou ficar”

O volante também elogiou o trabalho do treinador Fernando Diniz

jessicaalbuquerque
Jéssica Albuquerque

Nesta quarta-feira (13), o volante Allan concedeu entrevista antes do treino no Centro de Treinamento Pedro Antônio. Ele comentou sobre os elogios do treinador, Fernando Diniz, mas ressaltou que o trabalho não pode parar.

Sempre bom receber elogios. Sinal que estamos fazendo o trabalho correto. Mas não pode se empolgar. É continuar na mesma batida” disse.

Sobre atuar na Europa, o volante afirmou que pretende voltar a jogar lá, onde o futebol é em alto nível. No entanto, destacou que, no momento, quer ficar no Brasil e ser reconhecido aqui.

Tive a questão do visto. Mas agora pretendo ficar um tempo aqui no Brasil. Até porque ninguém me conhece. Quero fazer meu nome aqui, marcar território. Pretendo ficar uns aninhos para depois voltar mais maduro e seguro, para não acontecer de novo de ir e voltar”.

Allan ainda estava na equipe sub-20 do Internacional quando se transferiu para a Europa. O volante afirmou que não se arrepende de ter ido tão cedo para a Europa, pois não estava tendo muitas oportunidades no Inter.

Não me arrependo. Estava no Sub-20 do Inter e naquele momento eu via que não teria muita oportunidade. Quando o Liverpool vem atrás, balança qualquer um. Não pensei duas vezes”.

Em relação ao trabalho do treinador Fernando Diniz, o volante elogiou e afirmou que é preciso um pouco de tempo para os jogadores brasileiros se adaptarem à forma que ele gosta de jogar.

Muito bacana o trabalho do Diniz. Pelo pouco que conheço do Brasil é um estilo de jogo diferente, mais moderno. Futebol aqui precisa mais disso. Na Europa são muitos treinadores, muitas metodologias diferentes. Mas o Diniz segue o padrão de lá, a mentalidade”.

Na última partida do Fluminense Allan ganhou vaga na equipe titular, já que Bruno Silva está suspenso. O elenco conta ainda com Airton entre os volantes. Sobre a concorrência, Allan afirmou que isso é bom para a equipe.

Legal para nós jogadores e para a equipe também. Não deixa cair o nível. Se precisar de outro jogador tem algum à altura. E é legal para o jogador que não deixa cair o nível de concentração”.

Ainda falando sobre os jogadores que atuam na mesma posição, Allan fez uma comparação entre Airton, Dodi e Bruno Silva. Segundo ele, o treinador é quem define a posição em que vão atuar.

Quem guarda mais posição é o Airton, por ser 1º volante. Os outros ali estão sempre em movimento. Não vejo eu ou Dodi mais parecido com o Bruno ou não. Temos que fazer a função que o Fernando pede, e não necessariamente o que o jogador é”.

Após a partida contra o Boavista, na próxima quinta-feira (14), o Tricolor terá dois clássicos, contra Botafogo e Flamengo, no Campeonato Carioca. Sobre a sequência de jogos, Allan afirmou que a equipe deve pensar jogo a jogo.

Todos sabemos que temos que pensar jogo a jogo. Foco é amanhã, ganhar bem. Porque se ficarmos pensando na frente e esqueceremos de amanhã, podemos dar um deslize e perder a confiança para os próximos jogos”.

Allan elegeu Fernando Diniz e Jürgen Klopp, do Liverpool, como seus técnicos preferidos. E relembrou os elogios de Klopp ao seu trabalho.

Foi quando ele assumiu o Liverpool. Eu estava na Finlândia, fui campeão lá. Voltei para o Liverpool, fiz um amistoso e ele gostou de mim. Mas acabei não tendo a oportunidade de trabalhar com ele. Fica para um futuro, quem sabe?” finalizou.

Após a entrevista, o elencou treinou e contou com a presença de Rodolfo, que deixou o campo ontem devido à dores no joelho.  Hoje o goleiro treinou normalmente. Já o zagueiro Digão trabalhou em separado, com proteção na panturrilha esquerda.

A partida contra o Boavista será nesta quinta-feira (14), em Bacaxá, às 20h (de Brasília). O confronto é válido pela quinta rodada da Taça Rio e foi antecipado. O Tricolor é o líder do grupo B, com sete pontos conquistados.

VAVEL Logo