0-1, min. 12/1ºt, Pedro Castro. 1-1, min. 35/1ºt, Danilo Barcelos. 2-1, min. 11/2ºt, Rossi. 3-1, min. 25/2ºt, Thiago Galhardo. 3-2, min. 34/2ºt, André Moritz
Vasco busca virada, mas Avaí desconta no fim e mantém confronto aberto na Copa do Brasil
Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Vasco busca virada, mas Avaí desconta no fim e mantém confronto aberto na Copa do Brasil

Cruz-maltino saiu atrás, chegou a abrir 3 a 1, porém Leão marcou para diminuir a vantagem dos cariocas em busca de vaga na quarta fase

bruno-da-silva
Bruno da Silva
VascoFernando Miguel; Cáceres, Werley, Leandro Castán, Danilo Barcelos; Raul (Bruno César, intervalo), Lucas Mineiro; Yago Pikachu, Thiago Galhardo (Andrey. min. 35/2ºt), Marrony (Rossi, intervalo), Maxi López. Técnico: Alberto Valentim
AvaíGlédson; Alex Silva, Betão, Marquinhos Silva, Iury (Lourenço, min. 25/2ºt); Ricardo (Luan Pereira, min. 28/2ºt), Matheus Barbosa (André Moritz, min. 34/2ºt); João Paulo, Pedro Castro, Getúlio; Daniel Amorim. Técnico: Geninho
INCIDENCIASPartida de ida da terceira fase da Copa do Brasil, no Estádio São Januário, no Rio de Janeiro, RJ

No primeiro jogo do Vasco após a morte do ex-presidente Eurico Miranda, o time carioca buscou a virada, cedeu um gol na reta final e acabou vencendo o Avaí por 3 a 2 no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Na noite desta quinta-feira (14), em São Januário, Pedro Castro abriu o placar para os catarinenses, Danilo, Rossi e Galhardo viraram para os mandantes, mas Moritz fechou o placar no Rio de Janeiro.

A primeira etapa foi bem movimentada em São Januário. O Vasco teve mais posse de bola e tomou a iniciativa, mas o Avaí muito bem, principalmente nos 20 minutos iniciais, marcando a saída de bola e atacando espaços. Aos 11, após ótima bola alçada por João Paulo, Getúlio antecipou Fernando Miguel e desviou de cabeça no travessão. No rebote, Pedro Castro finalizou com muita gente à frente, porém conseguiu mandar para o fundo das redes: 1 a 0.

Aos 16, João Paulo fez ótima jogada individual pela esquerda, limpou para cima da marcação e finalizou de canhota, com desvio. A bola desviou e foi no contrapé do goleiro, mas à esquerda do gol. Passado o susto inicial, o Vasco conseguiu se estabilizar no jogo e, com variação de repertório, passou a criar oportunidades. Aos 26, Pikachu recebeu de Galhardo após dividida dentro da área e finalizou de primeira com categoria, carimbando o travessão avaiano. Cinco minutos depois, Lucas Mineiro recebeu de Marrony na entrada da área, arriscou chute de bico e exigiu defesa de Glédson.

O bom momento vascaíno continuou, explorando espaços que o Avaí passou a ceder, principalmente nas laterais. Aos 32, Cáceres cruzou da direita, Betão afastou parcialmente e Danilo chegou batendo de primeira, perigosamente à direita do gol. Dois minutos depois, Danilo Barcelos cobrou falta da intermediária e contou com desvio de Ricardo, que matou o goleiro e empatou o jogo antes do intervalo: 1 a 1.

O técnico Alberto Valentim voltou do intervalo com opções mais ofensivas, utilizando as entradas de Rossi e Bruno César nas vagas de Marrony e Raul. O Vasco passou a ser bem mais ofensivo e pressionou desde o começo da segunda etapa. Aos 11, Danilo recebeu com espaço na esquerda, cruzou fechado e Rossi antecipou Iury para virar o jogo em São Januário.

Seis minutos depois, Bruno César cobrou falta na área, Lucas Mineiro apareceu para finalizar na pequena área e Glédson apareceu para evitar o terceiro dos mandantes. O ímpeto vascaíno se manteve e o terceiro gol acabou saindo em mais uma bola aérea. Aos 26, após cobrança de escanteio de Bruno César, Thiago Galhardo cabeceou na trave, a bola encobriu o goleiro Glédson e voltou para o meia, que então completou para fazer 3 a 1.

Um minuto após tomar o terceiro, o Avaí finalmente criou uma oportunidade. Ricardo atacou o espaço na intermediária, arriscou de fora e exigiu boa defesa de Fernando Miguel. Aí foi a vez de Geninho colocar o Avaí para frente, trocando os volantes Ricardo e Matheus Barbosa pelos volantes Luan Pereira e André Moritz, e foi recompensado.

Aos 39, João Paulo apareceu com espaço pela esquerda, cruzou para o meio da área e André Moritz chegou para desviar no canto e descontar: 3 a 2, gerando protestos da torcida do Vasco por conta de uma alteração mais defensiva de Valentim minutos antes. O Avaí se mostrou perigoso na reta final do jogo, mas o placar se manteve.

As duas equipes voltam a campo no domingo (17), às 16h. Pelo Campeonato Carioca, o Vasco enfrenta a Cabofriense no Kleber Andrade, em Cariacica-ES. Já o Avaí tem clássico diante do Figueirense pelo Campeonato Catarinense, na Ressacada. A partida de volta da Copa do Brasil, em Florianópolis, acontece no dia 10 de abril, às 21h30.

VAVEL Logo