Everton diz não ver favorito e projeta Gre-Nal: “Clássico é um jogo diferente”
(Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

A semana que antecede o Gre-Nal 418 tem sido agitada, principalmente do lado do Internacional por contada punição ao atacante Nico López. No Grêmio, uma pressão maior por vitória após a derrota, em casa, na Conmebol Libertadores. 

Na manhã deste sábado (16), o atacante Everton concedeu coletiva de imprensa, explicou que a pressão, pelo fato do Inter ir com time misto, não se altera muito, e ressaltou que independente de quem joga o Tricolor visa a vitória.

“Creio que não (aumenta a pressão). Acho que em outras oportunidades quando enfrentamos times reservas o professor sempre nos alertou, que quando o adversário joga assim, sempre os caras vem para vencer, querem mostrar trabalho. Se optarem por jogar com a equipe assim, creio que vão dar o melhor deles. Nós do nosso lado vamos fazer nosso papel, independente de quem venha, queremos a vitória”

Quanto à decisão do presidente do Colorado, Marcelo Medeiros, de mandar um time alternativo a campo, o camisa 11 disse que cabe ao Imortal respeitar: “A gente tem que respeitar a decisão do adversário, se eles optarem por jogar com uma equipe alternativa, não temos que ter nada a ver com a decisão deles”, frisou. 

Everton lembrou, ao falar de favoritismo no clássico, que o jogo da Libertadores é um dos piores desde a chegada de Renato ao clube em 2016 e alertou que em Gre-Nao não há favorito: “Clássico é um jogo diferente. Ano passado, a gente estava em um excelente momento, e eles não tão bem, e acabou um empate na Arena. Isso é relativo, quando é clássico a força se iguala. A gente procura esquecer o jogo da Libertadores, por ser outra competição. Um dos piores jogos desde que o Renato está aqui. Procuramos corrigir o que erramos, o professor tem nos alertado da qualidade do adversário, que vive bom momento. Mas sabemos das nossas qualidades e vamos tentar colocar em prática”

Geromel sai de treino cedo e se torna dúvida 

Às vésperas da partida, Pedro Geromel não participou da atividade até o fim no CT Luiz Carvalho. O zagueiro conversou com o médico do clube e deixou o gramado. Segundo o Globoesporte.com, que fez contato com departamento do clube, o capitão do Imortal está gripado e com dores musculares. 

Geromel será reavaliado neste domingo (17), na concentração, para saber se tem condição de atuar ou não. Caso não possa, Paulo Miranda deve assumir a posição ao lado do argentino Walter Kannemann para o Gre-Nal 418.

VAVEL Logo