Na despedida de Marquinhos, Avaí e Figueirense não saem de empate sem gols no Catarinense
Marquinhos se despedindo da torcida contra o Figueirense (Foto: Frederico Tadeu/Avaí)

Na despedida de Marquinhos, Avaí e Figueirense não saem de empate sem gols no Catarinense

Meia se aposentou e foi homenageado na Ressacada; Figueira manteve liderança e invencibilidade no estadual 

carlos-borges
Carlos Borges
avaiVladimir; Alex Silva (Julinho, aos 11/2ºT), Marquinhos Silva, Betão, Iury; Pedro Castro, Matheus Barbosa, André Moritz (Douglas, aos 20/2ºT); João Paulo, Marquinhos (Daniel Amorim, Intervalo), Getúlio. Técnico: Geninho.
figueirenseDenis; Alemão Teixeira, Ruan Renato, Pereira, Matheus; Zé Antonio, Betinho, Juninho (Patrick, aos 24/2ºT); Alípio (Rubens, aos 36/2ºT), Matheus Lucas (João Diogo, aos 20/1ºT), Willian Popp. Técnico: Hemerson Maria.
INCIDENCIASCampeonato Catarinense, Ressacada (Florianópolis, SC), 13ª rodada.

Avaí e Figueirense se enfrentaram, neste domingo (17), pela 13ª rodada do Campeonato Catarinense. Em jogo realizado na Ressacada e que marcava a despedida do meia Marquinhos, as equipes não saíram do 0 a 0.

No primeiro tempo, quem assustou primeiro foram os visitantes. Willian Popp recebeu na esquerda, cruzou e a bola foi em direção para o gol, mas Vladimir mandou para escanteio sem dificuldades. Aos 20, Marquinhos vacilou e perdeu a bola no meio de campo, e Betinho puxou contra-ataque. O volante cruzou e encontrou Willian Popp na área, sem marcação, mas o atacante mandou para fora.

A primeira chance de gol do Avaí saiu somente aos 29 minutos. Marquinhos cobrou falta pela direita e Denis afastou de soco. André Moritz pegou a sobra e mandou para a área, a defesa do Figueira não afastou e a bola ficou para Pedro Castro. O atacante finalizou por cima do gol e desperdiçou uma ótima chance.

No intervalo, Marquinhos deu a volta olímpica na Ressacada e recebeu uma placa que celebrasse seus 400 jogos pela equipe. O jogador foi substituído por Daniel Amorim e encerrou sua carreira.

O Avaí chegou a marcar na segunda etapa, mas o árbitro anulou. Aos 14 minutos, André Moritz cobrou escanteio, Pedro Castro desviou de cabeça e Matheus Barbosa completou. O auxiliar marcou impedimento do volante. Aos 26, mais uma chance para o Leão. João Paulo avançou pela esquerda e cruzou na área, Pereira tentou afastar, mas mandou contra o patrimônio, Denis defendeu e a bola ainda beliscou a trave.

Nos acréscimos, os donos da casa tiveram sua melhor chance de gol na partida. Julinho cruzou pela esquerda e encontrou Daniel Amorim, que ganhou na disputa aérea e cabeceou para o gol, mas Denis se esticou inteiro e salvou o Figueirense. Com o empate, o Figueira manteve a liderança e a invencibilidade no estadual.

O próximo compromisso do Avaí pelo Campeonato Catarinense é na próxima quarta-feira (20) contra o Marcílio Dias, na Ressaca, às 21h30. O Figueirense enfrenta o Metropolitano, também na quarta-feira (20), fora de casa, às 20h30.

VAVEL Logo