Odair explica escolha
de time reserva no Gre-Nal: “Decisão de todos”

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Odair explica escolha de time reserva no Gre-Nal: “Decisão de todos”

Técnico ainda criticou arbitragem por expulsão de Nonato e elogiou o time pela postura no segundo tempo, apesar da derrota

isabella-molina
Isabella Molina

Grêmio e Internacional se enfrentaram, neste domingo (17), pela décima rodada do Campeonato Gaúcho. Com time reserva, assim como o adversário, o Colorado foi derrotado por 1 a 0.

O técnico do Inter, Odair Hellmann, concedeu entrevista coletiva após o Gre-Nal e elogiou a imposição da sua equipe no segundo tempo.

“Acho que a nossa imposição do segundo tempo criou a dificuldade do Grêmio. O Grêmio não criou nenhuma situação real de gol com um jogador a mais desde os 30 minutos, então isso mostra que tivemos uma boa organização. A preocupação, quando fomos para o intervalo, porque nós já tínhamos outros jogadores com cartão também, era acalmar esse tipo de situação para que não perdêssemos mais nenhum jogador, porque já estávamos no prejuízo, e então estabilizássemos, em termos de organização, o que o Grêmio tem de mais forte, que é esse jogo apoiado, esse jogo por dentro. Procuramos fechar os espaços por dentro e liberar um pouco o lado, e aí, quando eles chegassem do lado, a gente dobraria essa marcação e foi o que nós fizemos, com uma boa organização. Aos poucos, tentamos recuperar essa posse e fazer esse contra-ataque e então o time começou a recuperar a bola. Circulamos, tentamos buscar o empate até o final do jogo. Por isso que eu dei os parabéns aos jogadores, porque, pela dificuldade toda que poderia ser apresentada, foi a nossa postura que não fez com que isso acontecesse”, disse o treinador.

O comandante alegou que a decisão de utilizar um time reserva foi de todos.

“Essa decisão foi de todos, em conjunto. E, a partir do momento que se tem a decisão, você vai para o campo trabalhar as situações de jogo. Trabalhamos normalmente com a confiança que temos no nosso grupo, por isso que a gente acaba usando todos os jogadores. Estamos usando a maioria do grupo de jogadores, que é o importante, colocar para jogar, porque vamos chegar a jogos decisivos e precisaremos de jogadores. Não se consegue vencer campeonato com 10, 12 jogadores. Se você tiver um grupo fortalecido, aumenta as suas possibilidades e é assim que a gente trabalha. Após a decisão tomada por todos, fomos para o campo e trabalhamos a situação do Gre-Nal, independente da equipe do Grêmio, que já estava decidida, e a gente não mudou o planejamento nesse sentido. Não ficamos para um lado ou para o outro. A gente tomou a decisão, fomos para o treino, treinamos e viemos aqui para enfrentar o Grêmio na Arena sabendo que teríamos um jogo difícil”, contou.

Odair ainda comentou sobre a expulsão de Nonato e criticou a decisão do árbitro Anderson Daronco.

“Daronco tem que ter um pouquinho mais de humildade, porque lá dentro está difícil de conversar com ele. Mas o Nonato, na rapidez do lance, pegou a primeira falta, que eu achei, talvez, que ele poderia ter passado na primeira falta e não dar um cartão amarelo e, na segunda vez, ele resolveu dar um cartão vermelho. Por isso esses jogos com o uso de todos, com a confiança de todos os jogadores. O Nonato é um menino, realmente, que vai crescer e vai precisar desses jogos para evoluir. É esse tipo de jogo e esse tipo de situação que vão dando experiência e casca para o jogador”, afirmou o técnico.

O treinador encerrou a entrevista revelando que tem suas fontes e, portanto, sabia qual equipe do Tricolor entraria em campo: “Tenho minhas fontes. A gente tinha uma certeza de qual time iria jogar”, finalizou Odair.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo