Emerson Cris retorna ao comando da Chapecoense interinamente
Foto: Sirli Freitas / Chapecoense

Emerson Cris retorna ao comando da Chapecoense interinamente

Clube não vê urgência na definição de um novo técnico

jullianapaulino
Julliana Paulino

Após demissão do técnico Claudinei Oliveira neste último domingo (17), a Chapecoense voltou ao mercado do futebol em busca de um novo treinador para o comando da equipe. Mesmo com jogo importante contra o Criciúma pela Copa do Brasil no fim do mês, o time do Oeste Catarinense não vê urgência na contratação de um novo comandante. 

A responsabilidade agora está nas mãos do auxiliar permanente do Verdão, Emerson Cris, que já treinou a equipe como técnico interino em outras ocasiões. Emerson estará na beira do gramado auxiliando a equipe na partida contra o Atlético Tubarão, nesta quarta-feira (20). 

No passado, ele comandou a equipe em 2016 após saída de Guto Ferreira, mas o time foi derrotado por 5 a 1 contra o Sport, em seguida foi substituído pelo treinador Caio Jr. Posteriormente, em 2017, Emerson assumiu a equipe em sequência da demissão de Vinícius Eutrópio. Comandando a Chape por oito jogos no Campeonato Brasileiro, ele obteve três vitórias, dois empates e três derrotas. Dando lugar em seguida para o treinador Gilson Kleina, que assumiu o restante do Brasileirão. 

De acordo com o setorista do time, Mateus Montemezzo, a diretoria busca um técnico capaz de montar um time reativo, que crie jogadas de gol através do contra-ataque. Os nomes na lista variam entre jovens da nova geração, até os mais experientes, que já estão fora do mercado há algum tempo. O diretor de futebol, Newton Drummond, também falou a respeito.

"Não tem nenhum treinador próximo. Não tem nenhuma negociação. Vamos tentar ser o mais assertivo possível. Não vamos fazer as coisas de supetão. Se trouxer não vai conseguir ir para campo na quarta-feira. Estamos fazendo as coisas com calma para minimizar os erros. Qualquer nome que disserem não é verdade", afirmou. 

VAVEL Logo