Pressionado, São Paulo enfrenta São Caetano na
última rodada do Paulistão

Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Pressionado, São Paulo enfrenta São Caetano na última rodada do Paulistão

Tricolor precisa da vitória para garantir classificação às quartas da final do Campeonato Paulista

isabella-molina
Isabella Molina
sao-caetanoLuiz Daniel; Alex Reinaldo, Max, Saimon e Capa; Pablo, Vinícius Kiss, Vitinho e Diego Rosa; Minho e Bruno Mezenga. Técnico: Pintado
São PauloTiago Volpi; Igor Vinícius, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Hudson e Jonatan Gómez (Helinho ou Igor Gomes); Gonzalo Carneiro, Antony e Pablo. Técnico: Vagner Mancini

O São Paulo enfrentará, nesta quarta-feira (20), o São Caetano, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista, a última da fase de grupos. A partida acontecerá às 21h30, no Estádio Anacleto Campanella.

Esta será a 31ª vez que as equipes se enfrentam. O Tricolor Paulista tem uma pequena vantagem nos confrontos: são 12 vitórias, contra nove derrotas e nove empates. No Anacleto, palco do duelo, são seis vitórias para cada time e dois empates.

No último confronto, o São Paulo venceu por 2 a 0, no Morumbi, jogo de volta das quartas de final do Paulistão, garantindo a classificação.

Mancini realiza ajustes no time

Com 14 pontos e na segunda colocação do Grupo D, o São Paulo precisa da vitória para avançar às quartas de final da competição. Caso empate, o Tricolor terá que torcer para que o Oeste não vença o Mirassol.

No treino desta terça-feira (19), o técnico Vagner Mancini ajustou o posicionamento dos jogadores e exigiu muita movimentação para melhorar a construção das jogadas. O treinador também trabalhou saída de bola no campo de defesa, cobranças de faltas e escanteios.

Tricolor tem novidades e desfalques

Foram relacionados 23 jogadores para o jogo desta quarta-feira (20). Entre eles, estão Bruno Alves, que cumpriu suspensão e está de volta ao time, e Biro Biro, recuperado de lesão na coxa direita.

Everton e Liziero, que estão aprimorando suas formas físicas após lesão, Hernanes, com estiramento na coxa esquerda, Nenê, que levou pancada no joelho esquerdo, Arboleda, que está com a seleção do Equador, e Jean, afastado da equipe por ter saído do treino mais cedo na última segunda-feira (18), são os desfalques para o jogo contra o São Caetano.

Azulão também precisa da vitória

Penúltimo colocado na tabela geral, o São Caetano está na zona de rebaixamento, com sete pontos, correndo risco de voltar à série A2 dois anos após ter sido campeão da divisão.

Se vencer, o clube pode permanecer na primeira divisão do Paulista, caso o Botafogo – SP não vença o Santos, ou Mirassol ou Bragantino percam seus jogos.

Pintado garante que não irá facilitar para o São Paulo

O atual técnico do Azulão das Américas foi parte da equipe do Tricolor do Morumbi que conquistou o Mundial de 1992, o primeiro do clube.  

Apesar das boas memórias que o São Paulo proporcionou a Pintado, o comandante do São Caetano assegurou que irá dificultar a partida para o adversário.

“Do São Paulo, tenho ótimas lembranças, mas se depender de mim, vão ter muitas dificuldades no jogo”, garantiu o treinador.

Embora já tenha estado do outro lado e saiba da pressão que acompanhará o Tricolor no duelo, Pintado afirmou que está pensando no seu atual clube.

“Eu já estive do outro lado, sei que a responsabilidade é do São Paulo. O time deles não pode sonhar em ficar de fora, porque isso pode causar sérios danos ao São Paulo. Sei da importância para o São Paulo, mas estou pensando no São Caetano”, disse.

O treinador ainda comentou que o jogo deverá ser tenso e não poderá faltar concentração, porque ambas as partes precisam de um resultado positivo.

“O jogo será muito emocionante. O São Paulo terá que propor o jogo, terá mais responsabilidade. Para nós, é vida ou morte. Precisamos ser frios, ficarmos o mais concentrados possível”, finalizou o técnico.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo