Às vésperas de novo Fla-Flu, Bruno Henrique garante: "Flamengo de agora é bem diferente"
(Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Às vésperas de novo Fla-Flu, Bruno Henrique garante: "Flamengo de agora é bem diferente"

Camisa 27 projetou a 'revanche' contra o Tricolor, que foi o único algoz do Rubro-Negro na temporada; atacante também elogiou a qualidade de Ganso, estrela do rival

rafalisboa
Rafael Lisboa

Desde o início da temporada, contra o Bangu, o Flamengo fez 13 jogos na temporada, com 9  vitórias, 3 empates e apenas 1 derrota. Esse tropeço, o único no ano até o momento, quase instaurou uma crise no Rubro-Negro. Na semifinal da Taça Guanabara, pressionado após atuações ruins, a equipe teve uma atuação fraca e foi eliminada pelo Fluminense, 1 a 0. 

Nesse domingo (24), às 16h no Maracanã, os dois rivais voltarão a ficar frente a frente na última rodada da Taça Rio. Novamente titular, Bruno Henrique avaliou nessa sexta-feira (22), que o Flamengo é uma equipe diferente da que entrou em campo na semifinal:

"No Fla-Flu, estávamos começando o nosso projeto de vitórias. Ainda não estávamos tão entrosados. O Flamengo de agora é bem diferente, a entrega de cada um. Acho que vai ser um jogo diferente. Temos que seguir fazendo o que temos feito. Perder um clássico pode criar dúvidas, trazer coisas ruins e hoje sabemos disso. Depois, temos uma sequência de jogos difíceis e temos que vencer todos os jogos".

E, desde aquele jogo, o Rubro-Negro realmente evoluiu. As atuações melhoraram, a torcida passou a valorizar mais até jogadores contestados, como Arão, e os resultados vieram, especialmente na Libertadores, onde a equipe é líder e com 100% de aproveitamento. O camisa 27 destacou a força do Tricolor, mas mostrou confiança nos companheiros:

"O Fluminense mudou muito com o novo treinador. Temos que dar os parabéns para ele e nos preocupar com o Flamengo. O Abel vai nos posicionar da melhor maneira e não podemos mudar o que temos feito para continuar no caminho de vitórias. Vindo de semanas de jogos um atrás do outro, poder repetir o time que está sempre jogando é importante para identificar um companheiro com o outro, identificar o time. O Abel conseguiu fazer as rodagens".

Apesar do técnico Fernando Diniz ter admitido que poderá poupar jogadores no clássico, é quase certa a presença de Paulo Henrique Ganso, que não jogou contra o Antofagsta-CHI, pois não estava inscrito na Sul-Americana. Bruno rasgou elogios para o ex-santista e pregou atenção com o camisa 10 tricolor:

"Tenho nem o que falar do Ganso. É um jogador que desequilibra partida e qualquer clube gostaria de ter. Temos que ficar atentos. Será um grande jogo, os dois ataques vivem um bom momento e quem errar menos acho que sairá vitorioso".

Para um dos clássicos mais conhecidos do mundo, mais de 25 mil ingressos já foram vendidos. O Rubro-Negro joga pela classificação na Taça Rio, já que está classificado para a semifinal do estadual. Já o Tricolor, também classificado para a semifinal geral, jogará apenas para saber qual será seu adversário na semifinal do segundo turno.

VAVEL Logo