Diante do Panamá, Seleção Brasileira disputa penúltimo jogo antes da Copa América
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Diante do Panamá, Seleção Brasileira disputa penúltimo jogo antes da Copa América

Tite fará varios testes na equipe titular; Paquetá, Richarlisson, Arthur e Militão iniciam entre os 11

araujo_luis
Luis Araujo

AComeçando a sua preparação em 2019 para a Copa América, a Seleção Brasileira faz seu primeiro jogo no ano neste sábado, quando mede forças com o Panamá a partir das 14h (Brasília), em amistoso programado para o Estádio do Dragão, na Cidade do Porto, em Portugal.

O Brasil vai receber o torneio continental e por isso sabe que vai precisar fazer um grande torneio, preferencialmente conquistando o caneco.

O técnico Tite, procurou tornar o time bem mais jovem do que em relação ao Mundial. Isso abre espaço para jogadores novos com a camisa amarelinha e que sabem que podem começar a escrever uma bela história. Caso, por exemplo, do meia Lucas Paquetá, ex-Flamengo e atualmente no Milan.

A responsabilidade quando se joga com a camisa da Seleção Brasileira é enorme e por isso mesmo estamos cientes de que temos que dar o nosso máximo em campo. Os amistosos são importantes pois temos muitas competições pela frente e devemos chegar preparados. O Tite conversa muito conosco e sabe do potencial que cada um pode dar neste momento”, analisou Lucas Paquetá, que terá a responsabilidade de vestir a camisa 10.

Além de Paquetá, outros jovens terão a oportunidade de mostrar serviço. Casos do zagueiro Militão, contratado recentemente pelo Real Madrid após se destacar pelo Porto, do lateral-esquerdo Alex Telles, do volante Arthur e do atacante Richarlison. Dos titulares do último Mundial sobraram o lateral-direito Fagner, o zagueiro Miranda, o volante Casemiro e o meia Philippe Coutinho.

Os mais experientes não podem fugir da responsabilidade de ajudar a conduzir a Seleção Brasileira neste momento e por isso estamos colaborando para que o Brasil chegue forte na Copa América”, disse Miranda.

O Brasil não pode contar ainda com o atacante Neymar, se recuperando de lesão, e ainda viu serem cortados, também por questões médicas, o lateral-direito Daniel Alves e o atacante Vinicius Júnior.

Pelo lado do Panamá, o maior ídolo do futebol do país, o ex-atacante Julio Dely Valdés, está interinamente na função de treinador. Ele tem a esperança de ver a seleção pior colocada na Copa do Mundo de 2018 vencer o Brasil.

“O importante é deixarmos uma boa impressão e por isso mesmo temos que fazer um jogo que nos dê o sonho de poder conquistar um resultado positivo. Vamos com este pensamento”, pontuou Julio Dely Valdes.

O treinador do Panamá está tentando promover uma pequena reformulação neste período no cargo. Porém, para este amistoso, manteve nove atletas que jogaram na Copa do Mundo. O zagueiro Fidel Escobar, o meia Armando Cooper e o atacante Abdiel Arroyo são os mais experientes e carregam a esperança de conduzir a seleção panamenha, que em seu último amistoso perdeu de 3 a 0 para os Estados Unidos.

BRASIL X PANAMÁ

Árbitro: João Pinheiro (Portugal)
Assistentes: Bruno Rodrigues (Portugal) e Álvaro Mesquita (Portugal).

BRASIL: Ederson, Fagner, Militão, Miranda e Alex Telles; Casemiro, Arthur, Lucas Paquetá, Philippe Coutinho e Richarlison; Roberto Firmino
Técnico: Tite

PANAMÁ: Eddie Roberts, Francisco Palacios, Fidel Escobar, Ivan Anderson e Guillermo Benitez; Omar Browne, Armando Cooper, Ricardo Buitrago, Ernesto Walker e Rolando Botello; Abdiel Arroyo
Técnico: Julio Dely Valdés

 

VAVEL Logo