Seleção Brasileira apresenta futebol pobre e apenas empata com modesto Panamá
(Foto: Lucas Figueiredo/CBF) 

Seleção Brasileira apresenta futebol pobre e apenas empata com modesto Panamá

Equipe de Tite deixou a desejar na criação e foi castigado com um gol irregular dos panamenhos

yannrodrigues
Yann Rodrigues
BrasilÉderson; Fagner, Militão, Miranda e Alex Telles; Casemiro, Arthur (Felipe Anderson, min. 71) e Lucas Paquetá (Everton, min. 59); Coutinho, Richarlison e Firmino (Gabriel Jesus, min. 59).
PanamáMejía; Murillo (Blackman, min. 85), Machado, Cummings, Escobar e Davis; Quintero (Browne, min. 84), Cooper (Walker, min. 81), Godoy (Vargas, min. 92) e Rodríguez; Gabriel Torres (Fajardo, min. 73).
Placar1-0, min. 31, Lucas Paquetá. 1-1, min. 35, Machado.
INCIDENCIASAmistosos Internacional disputado no Estádio do Dragão, na cidade de Porto, em Portugal.

Uma tarde para se esquecer para Seleção Brasileira e para ser lembrada por todo Panamá. Em Porto, no Estádio do Dragão, as duas equipes empataram por 1 a 1. Foi o primeiro gol panamenho no Brasil, marcado por Machado. Lucas Paquetá fez o do time canarinho. 

Com Arthur, a equipe brasileira chegou duas vezes no começo do jogo. Na primeira, Alex Telles roubou a bola e tocou para Firmino, que lançou Richarlison. O atacante perdeu, mas na sobra Fagner cruzou, a zaga afastou e o volante bateu de primeira para fora. Na sequência, lance semelhante, mas o camisa 8 driblou o zagueiro e finalizou rasteiro, à direita de Mejía. 

Estreando com a camisa 10 da Seleção, Paquetá desencantou aos 31 minutos. Casemiro recebeu na intermediária e lançou para o meia, que entrou nas costas da marcação panamenha, chegar batendo de primeiro e abrir o marcador em Portugal. 

Não deu muito tempo de comemorar o gol, pois quatro minutos depois o Panamá chegou ao empate. Davis cobrou falta na grande e Machado, em posição de impedimento, igualou o placar no Estádio do Dragão. 

Na segunda etapa, a primeira grande chance foi da seleção da América Central. A bola sobrou na entrada da área para José Luis Rodríguez bater de primeira e obrigar Éderson, goleiro do Brasil e do Manchester City a fazer ótima defesa. 

Richarlison respondeu imediatamente. Trocando passes, a seleção sul-americana chegou. Casemiro esticou para Fagner no flanco direito, o camisa 14 dominou, cruzou e o camisa 21 bateu de primeira, mas esbarrou no desvio do goleiro e no travessão. 

De falta, Casemiro tirou o suspiro da torcida aos 27 minutos. Felipe Anderson foi derrubado na intermediária e o camisa 5 cobrou o tiro livre assinalado pelo árbitro com muito efeito, por fora da barreira, obrigando Mejía a voar, operar um milagre d garantir o empate. 

O Brasil volta a campo na próxima terça-feira (26), quando visita a República Tcheca em Praga. O Sinobo Stadium recebe o confronto às 16h45, no horário de Brasília. É o último jogo antes da Copa América.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo