Emerson Cris valoriza jogo coletivo em virada da Chape: "Uma vitória do grupo"
(Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

Emerson Cris valoriza jogo coletivo em virada da Chape: "Uma vitória do grupo"

Técnico interino consegue a primeira vitória sob o comando do time e destaca futebol unido 

jullianapaulino
Julliana Paulino

No último domingo (24), a Chapecoense visitou Hercílio Luz em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Catarinense. Na ocasião, o time do Oeste começou ganhando, levou a virada, mas conseguiu se impor e sair com a vitória por 3 a 2. 

Quase sem titulares em campo e com metade dos jogadores relacionados vindo das categorias de base do clube, Emerson Cris, técnico interino, apostou em peças novas e conseguiu uma boa atuação ao longo dos 90 minutos. 

"Uma vitória do grupo. Dentro das circunstâncias tentamos fazer o melhor. Analisando o jogo, entramos com uma proposta bacana. Tivemos a superioridade, fizemos o gol, tivemos chance de ampliar, mas em uma substituição, eles prevaleceram sobre nós no primeiro tempo. Um gol de bola parada que não foi legal no meu ponto de vista. No intervalo a gente arrumou, fizemos alterações táticas e conseguimos surpreender o adversário."

Devido às surpresas positivas da partida, o técnico interino foi questionado se os reservas poderiam se tornar titulares, principalmente diante do grande confronto pela Copa do Brasil contra o Criciúma na próxima quarta-feira (27). 

"Todos os atletas têm essa possibilidade. Vimos grandes desempenhos aqui. O Bryan vem treinando muito bem há muito tempo. Não me surpreendeu de forma nenhuma. Fez uma excelente partida. O Aylon também, como outros. Experiência do Elicarlos e Amaral por dentro. Tiepo trouxe segurança junto com o Hiago e o Luiz Otávio. Não consigo achar um destaque negativo. Temos muito a melhorar, mas dentro das circunstâncias, fizemos um bom jogo."

Familiarizado com as categorias de base do clube alviverde, Emerson reforça a confiança no jovem volante Tharlis, que está tendo suas primeiras oportunidades no profissional, mas que ainda não compôs a equipe titular sob seu comando. O técnico interino afirma que Tharlis terá suas chances, mesmo a função contando com outros jogadores muito bons.

Emerson Cris deve permanecer sob o comando do time para o jogo de ida contra o Criciúma na Copa do Brasil, já que ainda não há informações oficiais sobre o substituto de Claudinei Oliveira, demitido no penúltimo domingo (12). 

Para o próximo confronto, Emerson promete estudar o Criciúma e corrigir erros do último jogo, principalmente a questão de bolas aéreas. O treinador afirma que conhece o trabalho de Gilson Kleina, técnico do Tigre, e que o time do Oeste também deverá estar preparado. 

VAVEL Logo