Tite elogia atuação de jogadores estreantes na seleção:
“Abre um leque maior de possibilidades”
Foto: Lucas FIgueiredo/CBF

Tite elogia atuação de jogadores estreantes na seleção: “Abre um leque maior de possibilidades”

David Neres e Lucas Paquetá foram convocados pela primeira vez e tiveram um bom desempenho

vv_cunha
Victor Cunha

 A Seleção Brasileira a República Tcheca, no Estádio Sinobo, nesta terça-feira (26), em Praga. Com um gol de Firmino e dois de Gabriel Jesus, o Brasil venceu por 3 a 1. Os  donos da casa descontaram com Pavelka.

Na coletiva após o jogo, Tite falou sobre a partida onde o Brasil teve um desempenho abaixo do normal no primeiro tempo e um  muito bom no segundo tempo. 

Normal, o adjetivo que sintetiza é normal, tomando cuidado pra não sintetizar demais, considerando as modificações que a gente faz. Quando os atletas estão trabalhando com aquilo que eles estão habituados, acontece com mais naturalidade. Então é normal (o desempenho)”.

O auxiliar técnico Sylvinho, destacou sobre qualidade dos atletas que tem na seleção, considerando muito mais os atacantes de lado de campo, que tiveram um bom desempenho no segundo tempo, além de falar sobre a dificuldade das mudanças de formação durante a partida. 

Acredito que fica mais fácil. Quanto mais atletas com qualidade, melhor. A gente já tem as ideias bem claras e me atrevo a dizer que saímos daqui com ideias melhores ainda”.

(A atuação boa dos pontas)Abre um leque maior de possibilidades pelo desempenho. Temos externos (atacantes de lado) com essa característica (de drible e velocidade), o Douglas Costa é assim, o Willian é assim”, completou Tite.

Perguntado sobre como avaliar o desempenho de muitos atletas do mesmo nível, Tite explicou: “Toda a competição que a gente fomenta pros atletas, é melhor quando eles estão bem, tu eleva o nível do atleta com isso, eles terão que jogar bem em seus clubes para se manterem”.

Após sofrer com críticas sobre o “Titês”, como foi chamado o modo como ele explicou sobre futebol, com termos como externos e sinapses. Sobre isso, Tite disse: “A crítica é de cada um, minha atividade é exposta e eu tenho que saber absorver. Sem nenhuma pedra para devolver”.

Adenor também argumentou como avaliar jogadores que não foram muitas vezes testados na seleção, para uma possível convocação para a Copa América.

Vai ser mais difícil, pela qualidade e desempenho dos atletas. O que vamos fazer é ter um acompanhamento muito alto e falamos pra eles jogarem muito por seus clubes e o momento deles pode ser uma situação determinante”.

Autor de dois gols no jogo, Gabriel Jesus passou a Copa do Mundo de 2018 em branco. Tite elogiou o camisa  e falou da importância da partida de hoje.

Ele tem de estar contente pra caramba. No outro jogo, na vontade de participar mais ele saiu um pouquinho da área e falamos com ele. Hoje ele fez uma movimentação do lado, mas foi um jogador de conclusão e felizmente teve a possibilidade, não só de criação, mas como de conclusão (pra gol)”.

Se o ataque demonstrou qualidade de desempenho, o meio de campo já não apareceu tanto assim. Para Tite, as composições de hoje podem ser aproveitadas no futuro.

Tu ve essa composição, como mudam os nomes e essa combinação, mais do que teórica, é pratica, com Allan, Arthur, Paquetá. Com acerto e erro, observação, essa é a minha função (achar um meio de campo). Às vezes esse ensaio, como o do Paquetá, acaba achando uma melhor mecânica da equipe”.

VAVEL Logo