Flamenguista que agrediu torcedor do Flu é detido e expulso do programa de sócio-torcedor
(Foto: Reprodução/ Twitter)

Flamenguista que agrediu torcedor do Flu é detido e expulso do programa de sócio-torcedor

Matheus Morbeck Pedroso dos Santos Galvão foi detido na casa de parentes na Barra da Tijuca, prestou depoimento e foi liberado; o Flamengo anunciou a exclusão do agressor do programa de sócio

rafalisboa
Rafael Lisboa

Após o clássico entre Flamengo Fluminense, no último domingo (24), no Maracanã, um vídeo nas redes sociais denunciava a agressão de um torcedor rubro-negro a um torcedor, idoso, tricolor, na saída do estádio após a vitória da equipe da Gávea por 3 a 2. As imagens geraram revolta nas duas torcidas.

Nessa terça-feira (26), após a imensa repercussão, o agressor foi identificado e levado por policiais para prestar depoimento na 16ª Delegacia de Polícia, onde foi levado para a 18ª, na Praça da Bandeira, que investigao caso. Após dar a sua versão, Matheus foi liberado do local. Ele será indiciado por lesão corporal.

Matheus Morbeck Pedroso dos Santos Galvão estava na casa de parentes, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio de Janeiro, e foi encontrado graças a uma ligação anônima ao Disque-Denúncia, segundo o "globoesporte.com".

Ainda na terça, o Rubro-Negro anunciou a expulsão do agressor do programa de sócio-torcedor do clube, por descumprir o termo de uso do programa de sócio e os valores do clube.

Nota oficial do Flamengo:

"O torcedor do Flamengo que agrediu um torcedor do Fluminense no entorno do Maracanã no último Fla-Flu, não faz mais parte do Nação Rubro-Negra. O jovem, preso nesta segunda-feira (25), descumpriu o Termo de Uso do programa de sócio-torcedor do clube, disponível neste link.

A postura do então sócio-torcedor não condiz com os valores do Clube de Regatas do Flamengo, que repudia a agressão e lamenta qualquer tipo de ação como esta, que mancha o futebol do Rio de Janeiro - um dos poucos estados no Brasil que ainda recebe clássicos com torcida mista em seus estádios. O clube se coloca à disposição das autoridades e se solidariza com o torcedor tricolor.

Confira abaixo os itens descumpridos pelo agressor:

12.1.2. O Programa de Sócio-Torcedor do Flamengo, NAÇÃO RUBRO-NEGRA, pode rescindir este termo com o usuário a qualquer momento, a sua inteira discricionariedade, sem que caiba ao usuário qualquer indenização ou multa, inclusive quando:

(A) o usuário descumprir, a qualquer tempo, os termos expostos no presente Termo de Uso.

(D) Caso um usuário ou grupo de usuários praticar quaisquer condutas consideradas fraudulentas e/ou que causem prejuízos financeiros ao Programa, realizar ações violentas, brigas ou vandalismo, independentemente do local onde ocorram tais atos, ou, ainda, que porte(m) consigo instrumentos ou materiais proibidos nos Estádios em que o Flamengo estiver jogando, a exclusivo critério do NAÇÃO RUBRO NEGRA.

12.3. Nas hipóteses de rescisão previstas nos subitens ("A"), ("D"), ("E") e ("F") da Cláusula 12.1.2, inclusive por inadimplência de plano contratado, incluindo a multa por cancelamento antecipado, o Programa poderá, a seu exclusivo critério, não aceitar nova contratação pelo mesmo usuário, sem limitação de tempo, e sem que caiba a tal usuário o direito ao ingresso no Programa".

VAVEL Logo