Treze bate o Campinense e escapa do rebaixamento
Foto: divulgação/Treze FC

Treze bate o Campinense e escapa do rebaixamento

Vanger marcou o gol da vitória do Galo no início do jogo; Raposa ficou em segundo lugar no Grupo B

rafaelalvesgomes
Rafael Alves

O Treze venceu, na noite desta quarta-feira (27), o Campinense no Clássico dos Maiorais válido pela décima rodada do Campeonato Paraibano. Vanger marcou o único gol do jogo logo no início da partida e garantiu a permanência do Galo da Borborema na elite do futebol estadual.

Com mais uma derrota em clássicos e a vitória do Atlético-PB sobre o Sousa, o Campinense ficou em segundo lugar no Grupo B e vai enfrentar o Trovão Azul do Sertão na semifinal sem poder decidir o confronto em Campina Grande. A Raposa começa a duelar por uma vaga na decisão do Campeonato Paraibano no próximo domingo (31), no estádio Amigão, em Campina Grande.

Já o Treze só voltará a entrar em campo pela Série C do Campeonato Brasileiro. O resultado garantiu a permanência do Galo da Borborema na primeira divisão do Campeonato Paraibano sem depender da Perilima, que empatou com o Serrano no estádio Presidente Vargas.

Gol relâmpago

A partida começou agitada. Logo aos 2 minutos, a rede balançou. Coppetti lançou Matheus no lado direito, que cruzou rasteiro para a área. Oportunista, Vanger aproveitou e empurrou para o gol, sem chances de defesa para Wagner Coradin.

O Campinense respondeu com Denis. O meia aproveitou uma boa jogada criada por Lopeu e chutou forte, mas a bola foi pela linha de fundo, assustando o goleiro Mauro.

Antes do final da primeira etapa, o Treze voltou a assustar o Campinense. Vanger roubou a bola da defesa rubro-negra, invadiu a área e bateu cruzado, mas a bola foi pela linha de fundo.

Pressão da Raposa, alívio do Galo

Precisando virar a partida para recuperar a liderança do grupo, o Campinense voltou visando pressionar o Treze. Entretanto, a primeira boa chance foi do Galo. Jean Natal fez boa jogada e chutou de cavadinha, mas Richardson tirou em cima da linha e evitou o segundo gol alvinegro.

A Raposa quase chegou ao empate. Neílson fez uma boa jogada, tabelou com João Paulo, chutou forte e acertou a trave de Mauro. A torcida do Treze passou os últimos minutos da partida vendo o Campinense no ataque, mas sem obter êxito nas ações ofensivas.

O Treze ainda tentou chegar ao ataque antes do apito final, mas não conseguiu assustar a defesa do Campinense. A Raposa também tentou criar, mas esbarrou na forte retranca do Galo. Ao terminar, a festa foi alvinegra pela permanência na primeira divisão do estadual.

VAVEL Logo