Derrota no fim não abala, e Criciúma mantém confiança na Copa do Brasil: "Tudo aberto"
Foto: Marcio Cunha/Chapecoense

Derrota no fim não abala, e Criciúma mantém confiança na Copa do Brasil: "Tudo aberto"

Mesmo com a revés por 3 a 2 para a Chapecoense no jogo de ida, jogadores do Tigre acreditam

gustavomilioli
Gustavo Milioli

O resultado da partida não foi o esperado, mas o Criciúma deixou o gramado da Arena Condá confiante em atingir a classificação no duelo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Após chegar ao empate buscando dois gols no segundo tempo, o Tricolor foi castigado aos 44 minutos da etapa final com a derrota por 3 a 2. Agora, precisará vencer para avançar de fase na competição nacional.

Com o fim da regra do gol qualificado, para não depender da decisão por pênaltis, o Tigre precisará ganhar por dois gols de diferença. Mesmo sabendo da dificuldade, os jogadores demonstram otimismo. Confira abaixo alguns discursos:

"A Chapecoense soube controlar e abriu dois gols de vantagem, mas o futebol é imprevisível. Conseguimos empatar, mas tivemos uma desatenção. Agora é aceitar. Mas, independente das circunstâncias, saímos daqui com um resultado importante para poder definir em casa", afirmou o volante Wesley.

Para Bruno Grassi, a desatenção no início do jogo foi crucial para a derrota. "Entramos um pouco dispersos no primeiro tempo, mas valeu a entrega na etapa final. Está tudo aberto para o segundo jogo", disse o goleiro.

"Sabíamos que o começo do jogo seria dessa maneira. Nós tomamos uns gols que não poderíamos tomar, mas tivemos iniciativa no segundo tempo e conseguimos empatar", resumiu o atacante Reis.

Criciúma e Chapecoense definem o classificado para a quarta fase da Copa do Brasil no dia 10 de abril, em duas semanas, no Heriberto Hülse.

VAVEL Logo