Tiago Reis decide, Vasco vence Bangu e enfrenta o Flamengo na final da Taça Rio
(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

Tiago Reis decide, Vasco vence Bangu e enfrenta o Flamengo na final da Taça Rio

Em jogo muito movimentado, brilhou mais uma vez a estrela da joia vascaína

italo-bruno
Ítalo Bruno

Vasco e Bangu fizeram nesta quinta-feira (28) a segunda semifinal da Taça Rio. Em jogo movimentado e de participação decisiva e positiva do VAR, brilhou mais uma vez a estrela de Tiago Reis, que marcou seu terceiro gol em três jogos como titular e colocou o Vasco na final.

A partida começou disputada, com Leandro Castán recebendo cartão amarelo antes mesmo do primeiro minuto de jogo. O Bangu optava por uma  marcação mais baixa, esperando um Vasco que por precisar do resultado tentava chegar, mas era lento e não conseguia levar perigo ao gol adversário. 

A primeira jogada de perigo só foi acontecer aos 13 minutos, em jogada de Marrony pela direita, o garoto cruzou para Rossi bater, Jefferson Paulino espalmou e no rebote Tiago Reis chutou para cima. 

O Bangu jogava pelo contra-ataque, O Vasco rodava a bola com paciência, mas era nos momentos de aceleração pelos lados que o Cruz-maltino mais assustava. Foi assim aos 26 minutos, quando após triangulação pelo lado direito, Cáceres cruzou para Bruno César, o meia vascaíno acertou um chutaço na veia, mas Jefferson Paulino novamente apareceu, dessa vez em defesa espetacular.

O time da zona oeste do Rio respondeu três minutos depois, quando Yaya Banhoro pegou rebote de escanteio e acertou um improvável chute de fora da área e obrigou Fernando Miguel a trabalhar em linda defesa.

O Vasco voltaria a assustar em cabeçada de Rossi aos 31, o Bangu seguia respondendo nos contra-ataques e sempre os desperdiçando. Danilo Barcelos em cobrança de falta, também levou perigo, mas o atento Jefferson Paulino espalmou. Aos 47 a equipe de Valentim teve novamente um bom momento nos pés de Bruno César, que arriscou de longe e obrigou o goleiro banguense a fazer mais uma ótima defesa. 

O Bangu respondeu em mais um contragolpe, Jairinho optou pelo chute de longe de Fernando Miguel fez excelente defesa, o que manteve um primeiro tempo sem gols.

O segundo tempo começou com um Vasco em cima. O time da colina pressionava, finalizava bastante e demonstrava que não demoraria a abrir o placar. E foi exatamente o que aconteceu. Aos 11 minutos Rossi levantou com precisão a bola na área e encontrou Tiago Reis. O garoto cabeceou colocado no canto esquerdo de Jefferson Paulino, que nada pode fazer: 1 a 0.

O gol não diminuiu o ímpeto vascaíno, mas mudou a postura da equipe banguense, que passou a jogar com a sua marcação adiantada. Aos 25 a primeira grande oportunidade de empate, dessa vez na bola parada. Em cobrança de falta na entrada da área, Jason soltou uma bomba que passou muito perto e assustou Fernando Miguel.

Aos 29 o empate veio. Anderson Lesa recebeu em profundidade, saiu cara a cara com Fernando Miguel, bateu cruzado e empatou. Mas a alegria durou pouco, já que a bandeirinha assinalou impedimento e o VAR confirmou a irregularidade no ataque banguense. Gol corretamente anulado.

A equipe de Alberto Valentim passou a jogar de forma recuada, e a exemplo do que fazia o Bangu na primeira etapa, espera o contra-ataque para "matar a partida". Já os alvirrubros se lançavam ao ataque em busca do gol que era necessário para os colocar na final. 

Os últimos minutos foram abertos e tiveram grandes contra-ataques desperdiçados de ambos os lados, o que não alterou o placar e levou o Vasco para a decisão de domingo (31), diante do Flamengo.

VAVEL Logo