De olho na final: Athletico e Rio Branco se enfrentam no Campeonato Paranaense 
Foto: Miguel Locatelli / Athletico 

Em jogo único, o Athletico duela pela vaga na final contra o Rio Branco, as equipes entram em campo neste sábado (06), às 16h, na Arena da Baixada. Em caso de empate, o confronto deverá ser decidido nos pênaltis. 

O Furacão entra em campo buscando emplacar sua quarta final consecutiva. Nos últimos anos, a equipe disputou o título do campeonato em 2016 (campeão), 2017 (vice) e 2018 (campeão).. 

Retrospectiva dos times

O primeiro turno não foi dos melhores para o Athletico, a equipe fez uma campanha decepcionante, mas conseguiu se recuperar na segunda etapa do campeonato, é líder do Grupo A e venceu quatro dos cinco jogos. 

Já o Rio Branco, presente no Grupo B, ocupa a segunda colocação com três vitórias, um empate e uma derrota em cinco partidas jogadas.  A equipe vem de vitória contra o Cianorte, a equipe de Paranaguá aplicou 1 a 0 no time visitante. 

Neste ano, o duelo dos times aconteceu no início do estadual e quem levou a melhor foi o Athletico, ao vencer o time de Paranaguá por 2 a 0 e conseguir a primeira vitória do ano no Campeonato Paranaense. 

Desfalcado e seguido de vitória: Rio Branco aposta em boa fase para chegar à final 

Vindo de triunfo por 1 a 0 contra o Cianorte, o técnico Noberto Lemos ainda não sabe se poderá contar com o zagueiro João Antônio, que está com um problema no tornozelo. Caso o atleta seja impedido de jogar, quem entra é o zagueiro Paulo Fales

O time ainda conta com um desfalques e dois jogadores pendurados. Paulo Henrique está suspenso pelo terceiro amarelo e a dupla Ravel e Wellissol não podem mais levar advertência com cartão. 

Apesar das baixas, o treinador acredita em bom momento da equipe e na formação tática. Norberto afirmou que o tempo disponível para aprimorar os atletas foi fundamental para boa campanha no segundo turno. 

"A gente uniu o grupo e acreditou no trabalho. Mudamos o esquema tático, fomos com o que tínhamos. A comissão técnica deu um novo ânimo. É um time comum. Mas é um time muito bom", concluiu Noberto Lemos. 

Provável Rio Branco: Ravel; João Antônio, Salazar e Erwin; Anderson Souza, Paulo Hernrique, Rodrigo Miranda, Willian e Jackson; Welissol e Bruno Andrade. 

Athletico vê jogo aberto e sem favoritismo

Apesar da boa fase, a equipe do Furacão não vê jogo ganho, nem favoritismo. As equipes tiveram um segundo turno semelhante e a semifinal em jogo único torna a decisão ainda mais puxada, é o que diz o goleiro Léo, que afirma que não há uma pressão em cima do time. 

"Acho que a boa campanha cria uma expectativa de todos, né!? Sabemos disso, mas tentamos não colocar essa pressão dentro de campo ou internamente. Não colocamos esse peso em cima da gente", ressaltou o arqueiro. 

O treinador da equipe de aspirantes, Rafael Guanaes tem um discurso semelhante, mas se mostra otimista para a vaga na final. 

"Nós vamos avaliar o Rio Branco em cima do que produziram nessa segunda parte do campeonato, assim como nós. Cada jogo tem sua história e queremos construir uma grande história neste sábado”, concluiu o técnico. 

Provável Athletico: Léo; Lucas Halter, Zé Ivaldo e Éder; Khellven, Christian, Erick, Marquinho e Vitinho; Jáderson e Bergson. 

VAVEL Logo