Campinense derrota Atlético-PB nos pênaltis e está na final do Campeonato Paraibano
Foto: divulgação/Campinense

Campinense derrota Atlético-PB nos pênaltis e está na final do Campeonato Paraibano

Raposa e Trovão empataram por 1 a 1 no tempo normal. Nas penalidades, Romeu converteu a última cobrança e classificou o rubro-negro para a decisão

rafaelalvesgomes
Rafael Alves

O Campinense é finalista do Campeonato Paraibano em 2019. Após o empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, a Raposa eliminou o Atlético-PB na disputa de pênaltis no estádio Perpetão. Gustavo e Yerien marcaram os gols do jogo para o rubro-negro e para o Trovão Azul, respectivamente.

Além de se tornar finalista, o rubro-negro garantiu a presença na Série D e na Copa do Brasil em 2020. A Raposa já tem presença garantida no Brasileirão deste ano porque foi vice campeã estadual na última temporada.

Classificado para a grande final do Campeonato Paraibano, o Campinense aguarda o adversário, que sairá do confronto entre Botafogo-PB e Nacional de Patos. A decisão do estadual ocorre nos próximos dias 14 e 20 de abril.

O Atlético-PB, por sua vez, torce para o Botafogo-PB ser o outro finalista para se garantir na Série D 2020. O Trovão Azul não pode ser alcançado pelo Nacional de Patos na classificação geral e, apesar da eliminação, pode ter o calendário completo para a próxima temporada.

Bola na rede e chances perdidas

O jogo começou e logo o Campinense demonstrou que não vinha para se defender. Wagner Coradin cobrou tiro de meta, Lopeu desviou de cabeça e João Paulo ficou com a sobra. O camisa 10 da Raposa deixou na medida para Gustavo, que chutou forte, mas João Emanuel realizou a defesa e salvou o Atlético-PB.

Apesar de sofrer uma pressão do Atlético-PB, o Campinense abriu o placar. João Paulo retomou a bola no campo de defesa, arrancou e acionou Lopeu. O camisa 9 da Raposa aproveitou a falha do zagueiro Renan e bateu, sem chances de defesa para o goleiro do Trovão Azul.

Lopeu comemora o gol do Campinense na partida (Foto: divulgação/Campinense)
Lopeu comemora o gol do Campinense na partida (Foto: divulgação/Campinense)

Antes do final da primeira etapa, o Atlético-PB quase chegou ao empate. Jackinha cobrou escanteio, Egon desviou de cabeça e acertou a trave de Wagner Coradin. O Campinense contou com a sorte para sair para o intervalo em vantagem no placar.

Empate e pênaltis

Ainda no primeiro tempo, o técnico Ederson Araújo colocou o nigeriano Yerien no lugar de Samuel por opção tática do treinador do Trovão Azul. Quando a partida recomeçou, o time de Cajazeiras melhorou e tomou conta das melhores ações ofensivas.

O empate do Atlético-PB aconteceu aos 14 minutos da segunda etapa. Felipe deixa para Soares, que tenta finalizar, mas não conseguiu. No rebote, Yerien chuta para balançar as redes de Wagner Coradin.

Depois do gol, o Trovão Azul seguiu em cima do Campinense. Marcinho cruzou e Renan cabeceou bem, mas a bola foi pela linha de fundo. Em seguida, Yerien recebeu, avançou em velocidade e bateu firme, mas Wagner Coradin defendeu e salvou a Raposa.

O árbitro encerrou a partida aos 50 minutos e a decisão da vaga para a grande final foi para a disputa de pênaltis.

Nas mãos de Coradin

O Campinense iniciou a série de cobranças na disputa de pênaltis. Afonso Júnior marcou o primeiro gol. Pelo Atlético-PB, Marcinho parou nas mãos de Wagner Coradin, que colocou a Raposa em vantagem na série.

Dedé, Gustavo e Henrique Mattos marcaram pelo Campinense, enquanto Soares, Ferreira e Bruno fizeram para o Atlético-PB. Na última cobrança, o volante Romeu bateu com categoria e fez o gol da classificação da Raposa para a decisão.

VAVEL Logo