Gabigol sai do banco para decidir, Flamengo elimina Fluminense e vai à decisão do Carioca
(Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Gabigol sai do banco para decidir, Flamengo elimina Fluminense e vai à decisão do Carioca

Começando na reserva, camisa 9 entrou no intervalo e marcou o gol do empate, 1 a 1, que classificou o Rubro-Negro para a decisão do estadual; VAR novamente teve protagonismo no clássico

rafalisboa
Rafael Lisboa

No Maracanã, Flamengo e Fluminense se enfrentaram pela quarta vez no ano, dessa vez pela semifinal do Campeonato Carioca. Com a vantagem, o Rubro-Negro se classificou com o empate, 1 a 1, e enfrentará Vasco ou Bangu, que duelam nesse domingo (7).

Mesmo jogando pelo empate, por ter conquistado a Taça Rio, a equipe da Gávea foi dominante em grande parte da primeira etapa, com uma marcação avançada que complicou demais a saída de bola tricolor. Além disso, o VAR também apareceu: aos 7 minutos, Pará cruzou para a área, Rodolfo dividiu com Léo Duarte e a bola sobrou para Arão jogar para o fundo do gol vazio. Após consultar o árbitro de vídeo, foi marcada a falta.

O VAR novamente atuou aos 12, quando Gilberto acertou Renê com o cotovelo, mas o árbitro deu apenas amarelo para o lateral do Flu. Mesmo melhor, o Flamengo abusava dos cruzamentos. Em uma rara chegada pelo chão, Arão tocou para o meio da área, Éverton Ribeiro dominou e tentou rolar para Uribe, mas errou o passe.

Sem conseguir sair jogando, a equipe de Fernando Diniz lutava para impedir que o adversário criasse. Aos 35, outro lance polêmico: Éverton Ribeiro lançou Uribe, em posição legal, e o colombiano saiu na cara do gol, mas o árbitro marcou impedimento por conta própria, já que o assistente tinha deixado seguir, gerando uma grande reclamação dos jogadores rubro-negros.

Aos 43, o lance que mudou o rumo do jogo: Bruno Henrique fez grande jogada individual, chutou cruzado e Rodolfo espalmou. No rebote, sem goleiro, Uribe não conseguiu passar por Gilberto, no carrinho, e perdeu uma grande chance. Depois, o Fluminense puxou contra-ataque até Caio Henrique cruzar na cabeça de Gilberto, que venceu Diego Alves, 1 a 0.

Na volta do intervalo, Gabigol entrou no lugar de Uribe, que torceu o tornozelo esquerdo. No primeiro minuto, Diego lançou Bruno Henrique, que chutou rasteiro e Rodolfo defendeu. Dois minutos depois, Éverton lançou Arão, mas o chute do camisa 5 subiu demais. O Tricolor respondeu aos 5, mas Diego Alves fez uma grande defesa após uma bela finalização de Luciano.

Seguindo em busca do empate, o Flamengo quase conseguiu com Diego, mas a bola desviou e passou perto do travessão. Aos 13, Allan arriscou de fora da área e a bola subiu, mas assustou Diego Alves. Antes da parada técnica, os jogadores rubro-negros pediram pênalti após toque de mão de Allan na área, mas o VAR mandou o jogo seguir. Logo após, Arrascaeta entrou, explodindo a torcida no Maracanã.

Quando a bola voltou a rolar, Renê achou Gabigol na área, aos 23, e o camisa 9 encheu o pé, sem ângulo, para vencer Rodolfo e empatar o jogo, 1 a 1. Após o gol, o Rubro-Negro diminuiu o ritmo, mas passou a marcar bem e anulou as tentativas do Tricolor, que sentiu o empate, e não mostrou força de reação até o apito final do árbitro. O Flamengo agora espera seu adversário na decisão, enquanto o Fluminense muda o foco para a Copa do Brasil e a preparação para o Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo