Leo Valencia se defende diante de fotos com traficantes no Chile "São meus amigos locais"
Foto: Vitor Silva | SSPress | Botafogo

Leo Valencia se defende diante de fotos com traficantes no Chile "São meus amigos locais"

Jogador seria amigo de infância dos criminosos da facção criminosa Los Risas

lucasoliveira
Lucas Oliveira

O meia do Botafogo, Leo Valencia virou polêmica no Chile neste último final de semana. No domingo (07), o programa investigativo ''Informe Especial'', da Televisión Nacional de Chile (TVN), exibiu uma matéria sobre a facção criminosa Los Risas, conhecida pelo tráfico de drogas, sequestros e assassinatos em Santiago. Segundo a reportagem, o grupo tem ligação com outros jogadores chilenos famosos, como Charles Aránguiz, do Bayern Leverkusen.

Valencia, que está no Botafogo dede 2017, seria amigo de infância dos criminosos por terem sido criados na mesma comunidade. A investigação policial, que durou 15 meses, traz várias imagens do jogador com os traficantes.

Desde encontros no Aeroporto Internacional Arturo Merino Benítez, na época em que era atleta do Palestino (2016), até abril de 2018, quando, já pelo Botafogo, o meia viajou ao Chile para enfrentar o Audax Italiano, pela Copa Sul-Americana.

Procurado pela produção da TV chilena que fez a reportagem, Valencia não quis falar de sua relação com os traficantes. O jogador não quis falar muito sobre o assunto.

"São meus amigos locais, não tenho nada para dizer. Não me interessa falar sobre esse assunto, não vou falar nada", disse o chileno.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo