Mesmo com a classificação à final, Carille alerta: "Jogamos mal"
A vaga na final está garantida, porém o técnico Fabio Carille segue preocupado com as últimas atuações do Timão. (Foto: Bruno Cassucci / Reprodução)

Mesmo com a classificação à final, Carille alerta: "Jogamos mal"

Corinthians perdeu por 1 a 0 para o Santos no tempo normal e contou com Cássio inspirado para avançar a decisão do Paulistão

paulo-lidio
Paulo Lídio

Mais uma vez a Fiel Torcida sofreu no Campeonato Paulista. Após a derrota por 1 a 0 no tempo normal, o Corinthians precisou dos pênaltis para vencer o Santos e avançar à final do Paulistão. Apesar da vaga garantida para mais uma decisão, o técnico Fabio Carille demonstrou preocupação com o rendimento do time. Segundo o comendante alvinegro, o time mereceu a vaga, todavia, não jogou bem.

"Vou falar do confronto. A gente foi merecedor da vitória no primeiro jogo, hoje não jogamos bem. Erramos muito passe, jogadores muito abaixo, e Cássio mais uma vez mostrando que é vitorioso, que jogou Copa do Mundo. Jogamos mal, feliz pela classificação, mas muito preocupado com nossa atuação", ponderou o técnico.

Apesar de ser finalista da competição, o treinador garante ainda não estar pensando na decisão. O clube irá enfrentar o rival São Paulo na final do Paulistão, adversário que Fabio Carille faz questão de elogiar, porém, sem pensar diretamente no confronto.

"Quando a gente vem para um jogo desse, não consegue pensar na final ainda. A partir de amanhã, mas o São Paulo vem numa crescente, com jogadores de velocidade. Contra o Palmeiras não teve o Pablo. Vamos começar a esboçar na quarta-feira", finalizou o treinador corintiano.

Mais uma vez a defesa corintiana foi vazada e o clube sofreu para garantir a vaga à final. (Foto: Marcos Ribolli / Reprodução)
Mais uma vez a defesa corintiana foi vazada e o clube sofreu para garantir a vaga à final. (Foto: Marcos Ribolli / Reprodução)


Ao fim da partida, o lateral direito Fagner foi questionado sobre o rendimento do time. Em tom bem humorado, o capitão respondeu que a vida do torcedor corintiano é sofrida desde pequeno, mas reconheceu que o time precisa melhorar em campo.

"Tem a mística de que o torcedor corintiano tem que ser sofredor, não tem jeito. Mas a gente espera que consiga evoluir, agora temos a semana cheia para trabalhar e decidir em casa. Vai ser um jogo muito difícil", enfatizou o lateral.

O Corinthians volta a campo no próximo domingo (14), quando enfrenta o São Paulo, no Morumbi, às 16h00, pelo primeiro jogo da final do Paulistão.

VAVEL Logo