Atlético-MG encara Cerro Porteño em Assunção vislumbrando zona de classificação às oitavas
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Atlético-MG encara Cerro Porteño em Assunção vislumbrando zona de classificação às oitavas

Apenas a vitória interessa a equipe de Levir Culpi, que procura se redimir e engatar segunda vitória consecutiva

gabriel_oandrea
Gabriel Andrea

Lutando pela continuidade na Copa Libertadores, o Atlético-MG enfrenta a equipe do Cerro Porteño nesta quarta-feira (10), no Estádio General Pablo Rojas, às 19h15, em Assunção (PAR). O jogo é válido pela quarta rodada do torneio continental e passa a sensação de “vida ou morte” para o torcedor alvinegro.

Vindo de um embalo após bater o Boa Esporte por 5 a 0 no último domingo (7) pelo Campeonato Mineiro, os alvinegros vem também de uma vitória bastante tensa e de virada sobre o Zamora no Mineirão na última semana, onde o Atlético fez seus primeiros pontos que o finalmente colocaram alguma possibilidade de sonharem no grupo.

Contra os paraguaios, entretanto, se um empate já deixaria as coisas complicadas para o Galo, uma derrota praticamente extinguiria qualquer chance do time mineiro avançar para a fase de oitavas-de-final do torneio sul americano. O Cerro Porteño, por sua vez, é o líder do grupo E - com três vitórias em três partidas - e soma nove pontos no torneio.

O árbitro da partida para Atlético-MG e Cerro Porteño será o experiente Wilmar Roldán (COL), que será assistido por Alexander Guzman (COL) e Dionísio Ruiz (COL).

As únicas novidades do time alvinegro em relação a equipe que goleou o Boa deve ser o retorno de Maicon Bolt no meio-de-campo e Léo Silva na zaga. O provável Atlético será formado por: Victor; Guga, Igor Rabello, Leonardo Silva e Fábio Santos; Adílson, Zé Welison; Luan e Cazares Maicon Bolt e Ricardo Oliveira.

Do lado dos paraguaios vale um detalhe sobre o estádio: o Nueva Olla (apelido do estádio), foi recém reformado pelos próprios torcedores do Cerro Porteño em 2017 e tem capacidade para cerca de 45 mil pessoas. A curiosidade fica por conta dos próprios torcedores do time paraguaio que colaboraram com o pagamento de pouco mais de US$ 22 milhões (cerca de R$ 85 milhões) para que o estádio fosse reformado.

O técnico Fernando Jubero deve mudar bastante sua equipe em relação ao time que bateu o General Diaz por 2 a 0 na última rodada do campeonato paraguaio. Como o treinador mesclou os titulares com alguns reservas, os destaque do time Amorebieta, Julio dos Santos e Larrivey devem retornar aos 11 iniciais contra o Galo;

A equipe paraguaia deverá ter o seguinte time: Carrizo; Candia, Escobar, Amorebieta e Arzamendia; Aguilar, Villasanti, Cáceres, Oscar Ruiz, Fede Carrizo, Nelson Valdez Larrivey.

VAVEL Logo