Flamengo atropela San José, reassume liderança do grupo D e encaminha classificação na Libertadores 
(Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Flamengo atropela San José, reassume liderança do grupo D e encaminha classificação na Libertadores 

Rubro-negro passeou contra bolivianos no Maracanã e precisa de um empate contra a LDU para avançar às oitavas

louise-wine
Louise Wine

Mais de 60 mil rubro-negros assistiram o reencontro entre Flamengo e San José, pela Libertadores, na noite desta quinta-feira (11) no Maracanã. A equipe rubro-negra não teve dó dos bolivianos e aplicou uma goleada de 6 a 1, eliminando o rival e deixando o clube numa situação confortável para avançar às oitavas de final. 

O jogo começou pegando fogo. Logo aos 3 minutos, o Mais Querido   abriu o placar com Diego, que depois de um desvio de Bruno Henrique, cabeceou certeiro para abrir o placar no Maracanã. No minuto seguinte, o time boliviano viu sua desvantagem crescer após a expulsão do zagueiro Leonardo Toco

Com apenas 10 jogadores em campo, o que já prometia ser uma partida de superioridade rubro-negra, se tornou ainda mais dominada pelo time carioca. Assim, o time aproveitou para se manter no ataque.

Num jogo de muita movimentação, o rubro-negro tentou continuar no embalo, mas o gás da equipe foi abalado com o gol de empate do San José. Aos 20 minutos, Saucedo tocou para Sanguinetti e se projetou na direção da área para aproveitar o rebote de Diego Alves, que mesmo fazendo bela defesa, não conseguiu evitar o gol do camisa 9 boliviano. 

Aos 24, foi a hora de Diego tirar tinta da trave e tentar o segundo gol do mandante. Mas foi só no contra-ataque exemplar de Everton Ribeiro que o Flamengo passou a frente no placar. Ribeiro tocou para Bruno Henrique, que devolveu, limpinha, pra ver o camisa 7 tocar de mansinho pro fundo do gol. Aos 30 minutos, 2 a 1 no placar.

Mesmo dominando a partida, o sistema defensivo do Flamengo quase entregou. Aos 43, Diego Alves foi obrigado a fazer uma bela defesa depois de mais uma trama boliviana que envolveu o time de Abel Braga.

No segundo tempo, o placar não demorou para mudar. Aos 10 minutos, Arrascaeta fez o terceiro. Depois de cruzamento de Everton Ribeiro, o jogador uruguaio matou no peito e marcou mais um gol, o terceiro do Fla.

Tocando a bola com tranquilidade, a equipe rubro-negra foi ficando mais à vontade na partida. Aos 22 minutos, Bruno Henrique escorou escanteio para Rodrigo Caio cabecear no travessão e quase marcar o gol que garantiria o primeiro lugar do grupo D para o time carioca.

Mas Everton Ribeiro estava destinado a marcar o quarto do Urubu, o segundo dele na noite do seu aniversário. Numa bela jogada pela direita envolvendo Arão e Pará, o camisa 7 recebeu no meio da área e finalizou para o gol vazio. 

A goleada seguiu com Vitinho, que marcou, numa pedrada, de pênalti, o quinto gol do Flamengo. O sexto veio pra fechar a conta. Pará avançou pela direita e cruzou. A bola desviou no defensor  Gutiérrez e foi na direção da própria meta. 

Com o resultado, o Flamengo volta a liderança do grupo D na Libertadores, com 9 pontos e 7 gols pró. Para avançar às oitavas de final, o time de Abel Braga precisa de um empate contra a LDU na próxima rodada, em Quito. 

VAVEL Logo