Independente-PA e Remo realizam duelo entre capital
x interior pelo título do Parazão
Foto: Alexandre Rocha/Remo

Na tarde deste domingo (14), às 16h (Horário de Brasília), Independente-PA e Remo fazem o primeiro jogo da final do Campeonato Paraense no Estádio do Mangueirão, em Belém. Campeão estadual em 2018, o Azulino busca a defesa do título em sua terceira final consecutiva, enquanto o Galo de Tucuruí, campeão em 2011, busca apenas o seu segundo título na competição.

Mesmo antes de jogar a final, o Independente já entrou na história do futebol paraense como o clube do interior que mais vezes disputou o título estadual com três finais, ultrapassando o Águia de Marabá, que disputou o título por duas vezes. Em 2011, primeira vez que jogou a final do Parazão, o Galo enfrentou o Paysandu e sagrou-se campeão. Agora, busca outro título diante do maior rival do Papão da Curuzu.

Na primeira fase, o Independente acumulou cinco vitórias e dois empates, tendo sido derrotado em três oportunidades – uma delas para o próprio Remo, por 4 a 0, e somou 17 pontos. Essa campanha lhe garantiu a segunda posição do Grupo A2, tendo ficado atrás do Paysandu, e a classificação para as semifinais. Na fase seguinte, enfrentou o Papão e venceu a partida de ida por 3 a 1, dentro dos seus domínios. Na volta, foi derrotado por 1 a 0 na Curuzu e, com isso, classificou-se à final do certame.

Campeão estadual em 2018 em cima do Paysandu, o Remo busca a defesa do campeonato. Mais do que isso. O clube azulino busca a sua 46ª taça no campeonato estadual. Para isso, o atacante Edno garantiu para a torcida muita entrega no primeiro jogo do confronto.

“O Remo é grande. Temos que ter empenho e raça, vamos encontrar dificuldades. Não pegaremos qualquer equipe. É preciso ter cuidado. Estamos nos preparando para fazer um grande jogo”, garantiu o atacante.

Tendo integrado o Grupo A1, o Leão da Amazônia somou 19 pontos com cinco vitórias, quatro empates e apenas uma derrota e, com isso, garantiu a liderança do grupo. Nas semifinais, enfrentou o Bragantino-PA. Venceu por 1 a 0 no Estádio Diogão e na volta, no Mangueirão, empatou por 0 a 0 e garantiu a classificação para a sua terceira final consecutiva no estadual.

VAVEL Logo