Cruzeiro derrota Atlético-MG, constrói vantagem e se aproxima do título Mineiro
(Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Cruzeiro derrota Atlético-MG, constrói vantagem e se aproxima do título Mineiro

Marquinhos Gabriel marcou o único gol no primeiro tempo; na segunda etapa, Ricardo Oliveira empatou e Léo virou para a raposa; o VAR ainda anulou um terceiro gol de Fred

leo-moura
Leonardo Almeida
CruzeiroFÁBIO; EDÍLSON, DEDÉ, LÉO E EGÍDIO; HENRIQUE, LUCAS ROMERO (ARIEL CABRAL), ROBINHO (RAFINHA), RODRIGUINHO (PEDRO ROCHA) E MARQUINHOS GABRIEL
Atlético-MGVICTOR; GUGA, LEONARDO SILVA, IGOR RABELLO E FÁBIO SANTOS; ADILSON, ELIAS, CAZARES (VINÍCIUS) E LUAN (MAICON BOLT); CHARÁ E RICARDO OLIVEIRA (GEUVÂNIO)

 Emoção para todos os lados. O Cruzeiro venceu o Atlético-MG por 2 a 1 no estádio Mineirão, válido pelo primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro. Marquinhos Gabriel fez o único gol do primeiro tempo. Na segunda etapa, Ricardo Oliveira empatou e Léo virou para a raposa.

A primeira boa chance foi logo aos 4 minutos. Luan cercado na entrada na área resolveu testar o goleiro Fábio, que espalmou a bola para frente. Cinco minutos depois, boa chegada da equipe celeste. Na confusão dentro da área, a bola sobrou para Robinho, que caído conseguiu finalizar e, Victor, também caído, conseguiu fazer grande defesa.

Em seguida, o jogo começou a esquentar e o juiz precisou fazer várias intervenções na partida; os dois times pouco levaram perigo às defesas, deixando o jogo concentrado no meio de campo, mas com o Cruzeiro tendo maior posse de bola.

Nos minutos finais do primeiro tempo, aos 45, a raposa inaugurou o placar. Numa bola perdida no meio campo pelo Atlético, Fred acionou Marquinhos Gabriel na esquerda e avançou. Próximo à área, o meia chutou, a bola desviou na canela de Leonardo Silva e matou o goleiro Victor

Na segunda etapa, o Cruzeiro voltou com maior posse de bola, mas foi o Atlético-MG que quase abriu o placar. Aos 8 minutos, Ricardo Oliveira dentro da área finalizou, mas parou em Fábio. Na sobra, Vinícius arriscou o chute e foi travado pela defesa. Dois minutos depois, gol do alvinegro. Em boa trama no sistema ofensivo, Vina acionou Chará na esquerda, que ganhou o lance e cruzou para Ricardo Oliveira deixar tudo igual.

A alegria do Galo durou pouco. Aos 15 minutos, em um escanteio polêmico, Léo ficou com a bola livre para chutar dentro da área e deixou o time da casa em vantagem novamente. 

Aos 34 minutos, gol do Cruzeiro, mas anulado pelo VAR. Novamente em escanteio, Fred subiu alto e fez o gol. Porém, no lance analisado pelo árbitro de vídeo, ficou constatado que o atacante usou o braço para marcar o gol.

Quase oito minutos de acréscimo e muita confusão. Em um lance com várias faltas seguidas, Rafinha e Adilson acabaram sendo expulsos. O Galo tentou buscar o gol do empate, mas não teve jeito; Cruzeiro 2x1 Atlético-MG.

Agenda

As duas equipes agora terão a semana cheia para trabalhar. Os dois gigantes voltam a se enfrentar no próximo sábado (20), às 16h30, em local a ser definido pelo Atlético-MG, mandante do jogo. Uma coisa é certa, o Cruzeiro agora tem a vantagem de jogar pelo empate. Pelo lado alvinegro, só a vitória por qualquer placar interessa.

VAVEL Logo