Fortaleza e Ceará protagonizam mais um clássico parar definir campeão Estadual
(Foto: Divulgação/ Ceará SC)

Fortaleza e Ceará protagonizam mais um clássico parar definir campeão Estadual

Vovô tem vantagem, por de melhor campanha no campeonato 

zeca5
Zeca Lemos

Fortaleza e Ceará começam a decidir o Campeonato Cearense na Arena Castelão com metas bem estabelecidas: Conquistar o tricampeonato para os visitantes desse domingo (14) ou Rogério Ceni levantar a segunda taça no segundo ano de trabalho à frente do Tricolor do Pici.

Ceará vem pressionado por eliminações

No lado Alvinegro, a conquista do estadual se faz ainda mais necessária devido às eliminações seguidas na Copa do Brasil, frente ao Corinthians e  (principalmente, à surpreendente queda no Nordestão diante do Náutico

O uso da equipe reserva e o desempenho muito abaixo da média renderam críticas pesadas a equipe e ao técnico Lisca por parte da torcida nas arquibancadas e nas redes sociais.

A goleada aplicada na semi diante do Floresta por 3 a 0 serviu ao menos para amenizar os ânimos. Todavia, é de ciência de todos no clube que ser derrotado pelo maior rival na série de duas partidas pode colocar em sérias dúvidas até mesmo a continuidade da atual comissão técnica à frente do Vozão para o resto da temporada que inclui a disputa da Série A do Brasileirão.

Leão vem empolgado por boa sequência

Por parte do Leão, apesar dos altos e baixos no desempenho que o time apresenta no início de 2019, o momento é de empolgação pelos 4 a 0 aplicado no Vitória pela Copa do Nordeste seguido da avaliação de Ceni como 'a melhor partida' desde que ele assumiu o clube.

Apesar de ter conquistado a admiração e o respeito do torcedor, ainda falta um triunfo justamente diante do maior rival em sua passagem pelo Fortaleza. Foram seis partidas até aqui com três empates e três derrotas que, inclusive, já custaram o estadual do ano passado.

Em relação aos chamados titulares das duas equipes, a ausência de problemas clínicos recentes ou mesmo de suspensões por cartão fazem com que, provavelmente, as escalações-base mais usadas no ano não sejam muito alteradas.

A única baixa mais sentida deve ser por parte do Fortaleza em relação ao atacante Éderson. Com lesão de ligamento no joelho que necessitará de cirurgia e pelo menos seis meses de retorno

VAVEL Logo