São Paulo e Corinthians apenas empatam sem gols no jogo de ida da final do Paulistão
(Foto: Rubens Chiri/São Paulo)

São Paulo e Corinthians apenas empatam sem gols no jogo de ida da final do Paulistão

Em partida marcada por auxílio do VAR, nenhuma das equipes criaram chances perigosas de gol

carlos-borges
Carlos Borges
São PauloTiago Volpi; Hudson, Bruno Alves, Arboleda, Reinaldo; Luan, Igor Gomes (Helinho, aos 29/2ºT), Antony; Everton Felipe, Gonzalo Carneiro (Hernanes, Intervalo), Everton (Nenê, aos 20/2ºT). Técnico: Cuca.
CorinthiansCássio; Fagner, Manoel, Henrique, Carlos Augusto; Ralf, Júnior Urso (Richard, aos 27/1ºT), Jadson (Mateus Vital, aos 25/2ºT); Ramiro (Vagner Love, aos 41/2ºT), Clayson, Gustavo. Técnico: Fábio Carille.
INCIDENCIASCampeonato Paulista, Morumbi (São Paulo, SP), Final (Ida).

São Paulo e Corinthians se enfrentaram pelo jogo de ida da final do Campeonato Paulista. No primeiro jogo, disputado no Morumbi, as equipes não saíram do 0 a 0 e o título será decidido no jogo da volta.

Quem teve a primeira chance na primeira etapa foram os visitantes. Logo no primeiro minuto de jogo, Clayson fez boa jogada individual pela esquerda, entrou na área e finalizou fraco. Tiago Volpi defendeu sem dificuldade. O São Paulo só teve uma chance clara de gol aos 16 minutos. Everton tentou passar por Ralf, a bola bateu no volante e voltou para o meia. Na sobra, o jogador chutou de fora da área e Cássio, com tranquilidade, mandou para escanteio.

Sem chances reais de gol para ambas as equipes, a partida foi repleta de faltas e com um clima tenso. Somente aos 32 minutos o Tricolor chegou a assustar. Após Everton Felipe sofrer falta pela direita, Reinaldo foi para a cobrança e mandou na área. Sem marcação, Arboleda cabeceou, mas por cima do gol. Aos 39, Everton recebeu na esquerda e tocou para Everton Felipe, na entrada da área, que finalizou e a bola desviou na defesa do Corinthians. Os jogadores do São Paulo pediram pênalti e Luiz Flávio de Oliveira consultou o VAR e marcou somente escanteio.

A melhor chance do primeiro tempo foi para os donos da casa. Aos 47 minutos, Everton Felipe cobrou escanteio, Arboleda subiu mais que todo mundo e desviou de cabeça, mas Cássio, quase em cima da linha, defendeu e a defesa do Timão afastou.

O início da segunda etapa foi oposto da primeira. Enquanto o Tricolor dominava a bola, os visitantes se seguravam defensivamente e procuravam um contra-ataque. O São Paulo criou uma chance somente aos 12 minutos. Hernanes recebeu no meio de campo, avançou e mandou uma bomba com o pé esquerdo e Cássio espalmou para escanteio. O Corinthians criou uma chance real de gol apenas aos 17. Ramiro avançou pela direita, cruzou e encontrou Gustavo, que desviou de cabeça, mas mandou pelo lado direito de Volpi.

O Tricolor chegou mais uma vez, com perigo, de cabeça. Aos 28 minutos, Antony, pela direita, levantou para a área e Fagner não alcançou a bola. Everton Felipe, sem marcação, cabeceou para fora. Aos 37, mais uma chance para o São Paulo. Hernanes recebeu de Helinho na entrada da área e finalizou com força. A bola tirou tinta do travessão. Aos 39, após os donos da casa invadirem a área, a bola sobrou para Luan. O volante finalizou e a bola desviou na defesa corintiana e quase enganou o goleiro do Timão.

Nos acréscimos, o Luiz Flávio de Oliveira consultou mais uma vez o VAR, mas pelo lado do Corinthians. Por fim, o árbitro mandou o jogo seguir após paralisar a partida por cinco minutos.

O jogo de volta da decisão do Paulistão será no próximo domingo (21), na Arena Corinthians, às 16h.

VAVEL Logo