Rodrigo Caio comenta sobre escolha de jogar pelo Flamengo: "Melhor decisão da carreira"
(Foto: Jonathan Lucas / VAVEL Brasil)

Rodrigo Caio comenta sobre escolha de jogar pelo Flamengo: "Melhor decisão da carreira"

O zagueiro participou da palestra do projeto "Craques da Paz", ele revelou detalhes da trajetória no futebol

jonathanlucas16
Jonathan Lucas

O zagueiro Rodrigo Caio esteve presente em palestra do projeto "Craques da Paz". O projeto em si é focado na relação entre fé e esporte. O evento acontece uma vez por mês, e já teve a participação de diversos jogadores do futebol carioca, nomes como CesarEverton Ribeiro e Diego do Flamengo, Andrey volante do Vasco, já marcaram presença na reunião.

O atleta do Rubro-Negro contou detalhes do início da caminhada no futebol, e também revelou que desde criança, não era dedicado aos estudos.

"Sempre tive o sonho de jogar futebol, ser um jogador profissional, e eu convivia com isso, ia brincar na rua, brincar com os amigos, ia para a escolinha e sempre tive esse objetivo. Sempre falei isso para os meus pais. Em relação aos estudos, nunca fui tão fã de estudar. Mas quando cheguei no São Paulo aprendi desde cedo a importância de estudar, até para se manter no clube e não ser expulso. Minha mãe era professora e me cobrava muito quando estava em casa. Graças a Deus terminei os estudos, e fiz faculdade de Educação Física, parei no terceiro período, pois não consegui conciliar. A minha vida é uma tomada de decisão e coloquei isso na cabeça", disse.

O defensor teve que recusar muitos convites para estar centrado somente na carreira de jogador, como jogador e figura pública os convites aumentam, é inevitável. Ele contou detalhes de algumas situações vividas e renuncias pela carreira.

"Tive que deixar muitas coisas para trás, deixei porque tinha um sonho, um objetivo. Quando temos um objetivo em mente devemos correr atras. Muitas vezes tive que dizer não para diversos convites", expressou.

Em 2017, na semifinal Corinthians x São Paulo, houve um lance que foi bastante debatido no país: o fair play. O atacante Jô poderia ter sido expulso caso recebesse o segundo amarelo, entretanto Rodrigo Caio interviu na situação, e o jogador do Timão não foi expulso na partida. Após esse gesto, o zagueiro foi massacrado nas redes sociais, e criticado por muitos. Ele comentou sobre esse lance que ficou marcado na sua carreira.

"No futebol é difícil, sabe que a disputa é grande, duas equipes querendo vencer. Foi um lance natural, o lance com o Jô. Quando vi o juiz dando cartão, é natural meu, falei que não foi ele e sim eu. Vejo que isso é uma obrigação de cada um, não quis me promover. Só no dia seguinte fui ver a repercussão. Foi algo que ficou marcado. Foi muito difícil. A torcida me crucifixou por aquilo. Quero vencer o jogo pelo meu time ser melhor, não por trapacear", declarou.

O camisa 3 também argumentou sobre a decisão de trocar o São Paulo pelo Flamengo, que aconteceu algumas situações que levaram a deixar o time paulista.

"Tenho uma gratidão muito grande pelo São Paulo. Era o momento de mudança. Passei por muitas coisas, em 2018 tive essa certeza. Muitas coisas aconteceram no clube que me chateou. No Flamengo, teria que chegar ao Flamengo e mostrar quem é o Rodrigo Caio de verdade. Hoje no Flamengo posso dizer que foi a melhor decisão da minha vida. Me sinto adaptado ao clube, parece que jogo a tempo no Flamengo", destacou.

No final, Rodrigo Caio reconheceu as pessoas que são referencia na carreira.

"Primeira referencia fora do futebol é o meu pai, dentro do futebol é o Rogério Ceni, convivi com o cara que aprendi muito, grande ídolo para mim. Na minha posição sempre tive uma admiração pelo Juan, e hoje em dia estou próximo a ele", finalizou.

O zagueiro volta as atenções para a final do Carioca, neste domingo (21). O Flamengo pode empatar ou perder por um gol de diferença que se consagra campeão do Estadual.

VAVEL Logo