Campinense e Botafogo-PB se enfrentam no primeira final do Paraibano
Foto: Nádya Araújo/Botafogo-PB

Campinense e Botafogo-PB se enfrentam no primeira final do Paraibano

Equipes reeditam a decisão do ano passado; Raposa ainda não venceu o Belo nesta temporada

rafaelalvesgomes
Rafael Alves

O Clássico Emoção ganha mais um capítulo a partir da noite desta quarta-feira (17). Campinense e Botafogo-PB se enfrentam às 21h35, no estádio Amigão, em Campina Grande, em duelo válido pela primeira partida da decisão do Campeonato Paraibano 2019.

As duas equipes mantém uma hegemonia nos títulos estaduais nos últimos sete anos. O Campinense conquistou três taças (2012, 2015 e 2016), enquanto o Botafogo-PB venceu quatro edições (2013, 2014, 2017 e 2018). Raposa e Belo decidiram o Campeonato Paraibano na última temporada e a equipe de João Pessoa levou ao melhor ao reverter a derrota sofrida no primeiro jogo. 

Campinense e Botafogo-PB se enfrentaram duas vezes durante a primeira fase do estadual. Nas oportunidades, a equipe da capital venceu a Raposa pelo mesmo placar: 1 a 0. Em Campina Grande, no primeiro confronto, Marcos Vinícius fez o gol da vitória do Belo. No último embate, o zagueiro William Goiano marcou e deu o triunfo ao atual bicampeão paraibano.

Superação e motivação

O Campinense conseguiu uma classificação emocionante para a decisão do estadual. Diante de graves problemas financeiros e uma crise política, a Raposa eliminou o Atlético-PB fora de casa na fase de semifinal e ganhou um novo ânimo para encarar o Botafogo-PB na grande final.

Para o primeiro Clássico Emoção válido pela final do Paraibano, o técnico Francisco Diá conta com o lateral-direito Neílson, o zagueiro Jean e os atacantes Chaveirinho e Warlei. Todos cumpriram suspensão automática no segundo jogo da semifinal contra o Atlético-PB. Entretanto, o treinador não contará com Henrique Mattos e Dedé. Ambos receberam o terceiro cartão amarelo na última partida e estão fora do confronto desta noite.

O elenco da Raposa finalizou a preparação para encarar o Botafogo-PB na tarde desta terça-feira (16), após um treinamento realizado no município de Esperança. Francisco Diá falou sobre a partida, demonstrou confiança na equipe e deve iniciar o jogo com Wagner Coradin; Neílson, Richardson (Jerfeson), Jean e João Victor; Cléber, Romeu e João Paulo; Gustavo, Lopeu e Chaveirinho (Warlei).

Francisco Diá se diz confiante para a decisão (Foto: divulgação/Campinense)
Francisco Diá se diz confiante para a decisão (Foto: divulgação/Campinense)

"Na última vez que eu> enfrentei o Belo na final, eu fui campeão. O Campinense está pronto para ir em busca do título. Chegamos fortalecidos pela campanha que fizemos. Passamos por um adversário muito difícil. Vamos para uma decisão de 180 minutos, sabemos da qualidade do adversário, é uma equipe muito bem treinada, mas a gente tem condições de jogar com uma intensidade muito alta e derrotar o Botafogo-PB.

Pouco tempo e muita indefinição

Semifinalista da Copa do Nordeste e finalista no Campeonato Paraibano, o Belo não teve muito tempo para se dedicar ao primeiro confronto da final do estadual. Devido ao calendário intenso marcados por partidas decisivas, a equipe da capital só teve dois dias para fazer a preparação visando o Clássico Emoção desta noite.

Evaristo Piza realizou o último treino com portões fechados, na tarde desta terça-feira, antes do embarque para Campina Grande. O treinador não definiu a equipe que começará o jogo de hoje. O Botafogo-PB tem 8 jogadores pendurados, são eles: os zagueiros Lula e Rodolfo Mol, os volantes Fágner e Wellington Cézar, os meias Marcos Aurélio, Marcos Vinícius e Clayton e o atacante Dico.

Assim, o técnico do Belo estuda uma estratégia para poupar alguns dos jogadores que correm o risco de ficar fora do segundo confronto. A provável escalação não foi divulgada, mas a projeção é de que Evaristo Piza comece a partida com Saulo; Israel, Donato, Lula (Willian Goiano) e Fábio Alves; Rogério, Marcos Vinícius (Carlão) e Marcos Aurélio; Dico, Clayton (Adalgiso Pitbull) e Nando. Antes da viagem, o treinador falou sobre a decisão do Campeonato Paraibano contra o Campinense.

Evaristo Piza estuda poupar pendurados (Foto: reprodução/TV Belo)
Evaristo Piza estuda poupar pendurados (Foto: reprodução/TV Belo)

"Trabalhamos bastante para chegar neste momento. Foi traçado isso lá atrás, no planejamento: a busca pelo tricampeonato. Sabemos que temos um adversário que também busca o título da competição. É um clássico. Vai ser muito difícil. Vão ser 180 minutos. Acho que não há clima melhor: jogadores, comissão técnica, diretoria e torcida esperando por estes 180 minutos."

VAVEL Logo