Vasco joga bem e vence, mas Santos se classifica às oitavas de final da Copa do Brasil
Foto: Ivan Storti/Santos

Vasco joga bem e vence, mas Santos se classifica às oitavas de final da Copa do Brasil

Jorge marcou no segundo tempo o gol que garantiu a classificação do Peixe

italo-bruno
Ítalo Bruno

Nesta quarta-feira (24), o Vasco recebeu o Santos em São Januário. O duelo que era a partida de volta da quarta fase da Copa do Brasil, até teve vitória vascaína por 2 a 1, mas o gol de Jorge classificou a equipe paulista, que venceu na ida por 2 a 0.

A partida começou ruim para o Cruzmaltino, com Leandro Castan se lesionando, e mesmo tendo voltado ao gramado, o capitão vascaíno sairia minutos depois para a entrada de Ricardo Graça.

Aos 8 minutos a primeira grande chance do jogo, quando Jean Mota bateu torto na bola, mas o chute que parecia despretencioso, acertou a trave de Fernando Miguel.

Aos 12, a zaga do Santos errou e Lucas Mineiro roubou a bola, o volante lançou Maxi López, que ajeitou para Raul, que bateu rasteiro e marcou seu primeiro gol com a camisa do Vasco, 1 a 0.

Aos 24, outra perda importante, Fernando Miguel lesionado, deu lugar a Alexander, mas nada que abalasse o ímpeto do Vasco, que minutos depois teve nova oportunidade com Raul, mas a bola desviou na defesa. Mas o gol viria aos 38, com Ricardo Graça subindo com liberdade na segunda trave e estufando as redes de Everson, 2 a 0.

Veio o segundo tempo, e não demorou muito para o Santos marcar o gol que lhe classificava, na verdade foram 8 minutos, até que Jorge pegou rebote de Soteldo, e mesmo marcado conseguiu a finalização, 2 a 1.

A resposta do Gigante da Colina veio logo em seguida, mas Marrony tentou por cobertura e acabou tirando também do gol. 

O jogo era elétrico, o Vasco mesmo cansado se lançava para conseguir o gol que levaria a disputa para os pênaltis, e o Santos busca os contra-ataque e por consequência matar o jogo. E foi em jogada de velocidade que Pituca invadiu a área aos 34, bateu forte, mas sem direção.

Em novo contra-ataque quatro minutos depois, Delis bateu cruzado e faltou pouco para Rodrygo marcar. Aos 47 Ricardo Graça novamente na segunda trave e de cabeça, marcou o gol da classificação, mas a arbitragem assinalou corretamente o impedimento do defensor cruzmaltino.

Aos 50 minutos, ainda houve tempo para Maxi López se beneficiar do erro de Gustavo Henrique, encobrir Everson mas também a meta santista.Como o resultado da primeira partida, foi de vitória paulista por dois gols de diferença, a derrota por 2 a 1 não foi suficiente para o Vasco seguir na competição nacional. 

O Cruzmaltino agora volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro, onde fará sua estreia domingo (28), diante do Athletico Paranaense, na Arena da Baixada, às 16h00. Já o alvinegro praiano visita o Grêmio, também no domingo, às 11h00.

VAVEL Logo