Guia VAVEL do Brasileirão 2019: Avaí
Arte: Arianna Lacerda/VAVEL Brasil

Guia VAVEL do Brasileirão 2019: Avaí

Expectativas, destaques e muito mais: o que esperar do Leão no retorno ao Campeonato Brasileiro

bruno-da-silva
Bruno da Silva

Esta será a sexta temporada seguida que o Avaí troca de divisão no Campeonato Brasileiro. Desde 2014, ou o Leão da Ilha subiu na Série B ou caiu na Série A. Em 2019, o time de Florianópolis quer escrever uma história diferente e, mantendo a base e o técnico do ano passado, vem para a disputa do Nacional embalado pelo título do Campeonato Catarinense.

Início de temporada

O Avaí vem de um começo de 2019 positivo. O time foi campeão estadual com ótimos números, e uma fase classificatória dominante. O Leão terminou a disputa do Campeonato Catarinense com 12 vitórias, cinco empates e apenas três derrotas, além de ter conseguido melhor ataque e melhor defesa entre as dez equipes. 

Após uma fase classificatória quase sem sustos - terminou sete pontos a frente do segundo colocado -, o Avaí sofreu nas fases mata-mata, onde jogou em casa. Primeiro, nas semifinais, empatou em 1 a 1 contra o Criciúma, e venceu nos pênaltis por 4 a 2. Na decisão, contra a Chapecoense, mesmo placar: 1 a 1, 4 a 2, e 17º título catarinense garantido pela primeira vez desde 2012. Esse Catarinense também decretou a aposentadoria do ídolo Marquinhos, que fez exatos 400 jogos com a camisa do Leão.

Betão levantou o 17º Catarinense do Avaí (Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC)
Betão levantou o 17º Catarinense do Avaí (Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC)

Na Copa do Brasil, o Avaí passou tranquilo pelo Real Ariquemes, vencendo por 4 a 1 fora de casa, e depois bateu o Brasil de Pelotas em casa por 2 a 0. Na terceira fase, diante do Vasco, buscou um resultado satisfatório no São Januário - derrota por 3 a 2 -, mas acabou perdendo a volta por 1 a 0 em Florianópolis e foi eliminado. Esta foi a única derrota do Leão na Ressacada em 2019 até agora.

Nesse período, o Avaí contou muito com participação do centro-avante Daniel Amorim, artilheiro do Catarinense com nove gols, e vice-artilheiro da Copa do Brasil, com quatro.

Amorim já marcou 13 vezes em 2019 (Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC
Amorim já marcou 13 vezes em 2019 (Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC

As contratações

Em relação ao time de 2018, o Avaí manteve uma boa base. Sete dos 11 jogadores titulares em 2019 estavam no elenco desde o ano anterior. As principais contratações do time vieram para a disputa do Catarinense: os goleiros Vladimir e Lucas Frigeri, o lateral Alex Silva, o volante Mosquera e os meias João Paulo, Gegê e Douglas, que atuou uma vez apenas até agora, e se recupera de lesão na coxa.

Maior contratação do time, Douglas só atuou em uma partida por enquanto pelo Avaí (Foto: Leandro Boeira/Avaí FC)
Maior contratação do time, Douglas só atuou em uma partida por enquanto pelo Avaí (Foto: Leandro Boeira/Avaí FC)

Após o fim do Catarinense, o Avaí anunciou as contratações do lateral-esquerdo Paulinho e do volante Luanderson, destaques do Marcílio Dias no Estadual. A diretoria avaiana, porém, admite a necessidade de mais contratações para aumentar as chances de permanências na Série A.

Escalação

O Avaí do técnico Geninho normalmente vai a campo com uma variação de 4-2-3-1 e 4-1-4-1. Durante a primeira parte da temporada, o treinador promoveu um rodízio entre três goleiros, Vladimir, Lucas Frigeri e Glédson, e o primeiro é o favorito para ser titular. O time teve vários problemas de lesão nas laterais, o que deixa bastante aberta a disputa por essas posições. Além disso, jogadores com Jones Carioca, Gegê e Douglas também sofreram com contusões que os afastaram do time.

O time-base do Leão: Vladimir (Lucas Frigeri); Alex Silva (Iury), Betão, Marquinhos Silva, Igor; Mosquera, Pedro Castro; João Paulo, André Moritz (Gegê), Getúlio; Daniel Amorim.

Destaque: João Paulo

O meia João Paulo, 28 anos, foi eleito o craque do Campeonato Catarinense. O ex-jogador do Atlético-GO marcou cinco gols no Estadual e se mostrou sempre o jogador mais criativo e habilidoso do Avaí. Originalmente meio-campista central, João Paulo jogou em vários momentos deslocados mais pelo lado direito, com funções defensivas, mas também com espaço para aparecer bastante no ataque.

João Paulo é o destaque do Avaí no meio-campo e foi eleito craque do Catarinense (Foto: Frederico Tadeu/AvaÍ FC)
João Paulo é o destaque do Avaí no meio-campo e foi eleito craque do Catarinense (Foto: Frederico Tadeu/AvaÍ FC)

Além de João Paulo e do artilheiro Daniel Amorim, o Avaí teve uma defesa muito eficiente neste começo de ano. A experiente dupla de zaga Betão Marquinhos Silva, apoiada pela juventude de Kunde se mostrou muito segura. Em 24 partidas em 2019 até agora, o Leão sofreu apenas 15 gols e teve 12 clean sheets

Fique de olho: Getúlio

O atacante Getúlio, 21 anos, vai para a sua segunda temporada como profissional no Avaí. Após uma ótima reta final de Série B em 2018, se firmou entre os titulares e é figurinha carimbada no XI inicial de Geninho, e já marcou sete vezes em 2019. No total, fez 66 jogos e marcou 18 gols com a camisa avaiana.

Aos 21 anos, Getúlio já tem quase 70 jogos com a camisa do Avaí (Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC)
Aos 21 anos, Getúlio já tem quase 70 jogos com a camisa do Avaí (Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC)

Com apenas 19 anos, Luan Pereira vai para sua terceira temporada integrado ao elenco principal do Avaí. O meia ainda não conseguiu se firmar entre os titulares e se mostra bastante irregular, mas ainda recaem muitas esperanças sobre o jogador da Seleção Sub-21 do Brasil. Ele já tem 68 partidas como profissional do Leão, 29 como titular, e quatro gols.

Luan Pereira busca temporada de consolidação (Foto: Frederico Tadeu/AvaÍ FC)
Luan Pereira busca temporada de consolidação (Foto: Frederico Tadeu/AvaÍ FC)

O comandante: Geninho

Em sua segunda passagem pelo Avaí, Geninho buscou o segundo acesso, o primeiro título e agora vai para primeira campanha com o time na Série A. Aos 71 anos e com mais de 100 jogos a frente do clube, o técnico tem um discurso de buscar o ataque - o que rendeu muitos pontos como visitante na Série B 2018 -, mas, apesar disso, o time se mostra também muito firme defensivamente. Os desafios, porém, só ficarão mais difíceis a partir de agora, e o desafio do experiente comandante é adaptar o seu elenco à essas exigências.

Geninho já tem mais de 100 jogos no comando do Avaí (Foto: Frederico Tadeu/AvaÍ FC)
Geninho já tem mais de 100 jogos no comando do Avaí (Foto: Jamira Furlani/AvaÍ FC)

Toca do Leão: Ressacada

A Ressacada, casa do Avaí, tem capacidade para 17.800 torcedores. Neste ano, o time fez 13 partidas em casa, com oito vitórias, quatro empates e apenas uma derrota até agora, com 23 gols marcados e somente quatro sofridos.

Ressacada tem sido uma fortaleza para o Avaí até agora (Foto: Leandro Boeira/Avaí FC)
Ressacada tem sido uma fortaleza para o Avaí até agora (Foto: Leandro Boeira/Avaí FC)
VAVEL Logo