Matheus Vargas lamenta empate da Ponte Preta contra Criciúma: “Estávamos com o jogo na mão”
<span id="docs-internal-guid-719b2eb2-7fff-a3b3-1481-d9bb6dc2f174"><span style="font-size: 11pt; font-family: Arial; color: rgb(0, 0, 0); background-color: transparent; font-style: normal; font-variant-numeric: normal; font-variant-east-asian: normal; vertical-align: baseline; white-space: pre-wrap;">(Foto: Reprodução/Instagram Ponte Preta)</span></span>

Ponte Preta e Criciúma se enfrentaram, nesta quinta-feira (2), pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro Série B de 2019, no Moisés Lucarelli. A partida terminou empatada por 1 a 1, com dois gols do zagueiro Léo Santos. O jogador do Tigre marcou um contra e depois se redimiu, empatando a partida.

A Macaca estava vencendo até os 47 da segunda etapa, mas os visitantes empataram no final dos acréscimos. Após a partida, o meia Matheus Vargas criticou a ansiedade da equipe nos minutos finais do jogo.

"Não nos acomodamos, começamos a acelerar o jogo quando não era para acelerar. Devíamos ter trabalhado a bola”, disse Vargas.

Para finalizar, o meio-campista lamentou a maneira que a equipe levou o empate, dizendo que o treinador tinha dito como os visitantes viriam para a partida, e afirmou que havia a possibilidade dos mandantes saírem com a vitória.

“Jorginho falou que eles vinham por uma bola parada. Infelizmente, saímos com o dever não cumprido, estávamos com o jogo na mão. Podíamos ter controlado a partida", finalizou o meia.

O próximo compromisso da Ponte Preta pela competição é contra o Vila Nova, na sexta-feira que vem (3), às 21h30, no Serra Dourada. Já o Criciúma encara o América-MG, no sábado que vem (11), às 11h, no Estádio Heriberto Hülse.

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo