0-1, min. 21, Neto Moura. 1-1, min. 25, Ruan Levine. 2-1, min. 89, Ruan Levine.
Com dois gols de Ruan Levine, Vitória bate o Vila Nova e conquista o primeiro triunfo na Série B
Foto: divulgação/EC Vitória

Com dois gols de Ruan Levine, Vitória bate o Vila Nova e conquista o primeiro triunfo na Série B

Atacante do Leão comandou a virada rubro-negra sobre a equipe goiana

rafaelalvesgomes
Rafael Alves
VitóriaCaíque; Matheus Rocha, Victor Ramos, Everton Sena e Capa; Léo Gomes, Rodrigo Andrade (Gabriel Silva) e Andrigo (Nickson); Ruan Levine, Caíque Silvio (Felipe Garcia) e Neto Baiano. Técnico: Cláudio Tencati.
Vila NovaRafael Santos; Jeferson, Patrick, Philipe Maia e Hélder; Joseph, Neto Moura (Bruno Mota) e Ramon; Alan Mineiro (Denner), Capixaba (Gustavo Silva) e Facundo Boné. Técnico: Eduardo Baptista.
INCIDENCIASSegunda rodada do Campeonato Brasileiro Série B.

Após quase três meses, o Vitória voltou a vencer uma partida oficial. Na tarde deste sábado (4), a equipe baiana venceu o Vila Nova por 2 a 1 em jogo válido pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no estádio Barradão, em Salvador. Neto Moura marcou para a equipe visitante, enquanto Ruan Levine fez os gols que deram a virada e, consequentemente, o triunfo do Leão da Barra.

O último resultado positivo do Vitória tinha acontecido no dia 6 de fevereiro. Na oportunidade, ainda pelo Campeonato Baiano, o Leão da Barra tinha goleado o Jequié por 4 a 0. Depois disso, foram 13 partidas disputadas e um retrospecto com 7 empates e 6 derrotas.

Agora, o Leão da Barra só volta a entrar em campo segunda-feira (13), às 20h, contra o Guarani, em Campinas, no estádio Brinco de Ouro, pela terceira rodada da Série B. O elenco rubro-negro terá, aproximadamente, uma semana de preparação para o confronto diante do Bugre.

Já o Vila Nova, por sua vez, segue sem vencer no Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, o Tigrão recebe o Juventude, em Goiânia. A partida está marcada para acontecer nesta terça-feira (7), às 21h30, no estádio Serra Dourada.

Tudo igual

A partida teve um início equilibrado. Muitos de passes impediram a criação de jogadas ofensivas pelo lado do Vitória e também pelo Vila Nova. Com isso, a primeira chance clara só aconteceu aos 14 minutos, quando Hélder recebeu de Alan Mineiro e arriscou um belo chute, obrigando Caíque a realizar uma grande defesa.

Melhor em campo, o Vila Nova conseguiu chegar ao gol. Joseph lançou Jeferson no lado direito, que cruzou para a grande área. Neto Moura aproveitou e empurrou para as redes, abrindo o placar para a equipe visitante.

O Vitória respondeu à altura. Ruan Levine fez uma boa jogada individual e bateu firme. A bola ainda desvia em Facundo Boné antes de morrer no fundo do gol defendido por Rafael Santos.

Festa rubro-negra no final

Assim como no primeiro tempo, o início da etapa final foi marcado pela baixa efetividade das equipes. A reflexão disso foi a falta de oportunidades. A única boa chance criada pertenceu ao Vila Nova, quando Facundo Boné aproveitou um rebote na área, mas o chute foi pela linha de fundo.

Na reta final de jogo, a equipe colorada perdeu uma grande chance. Jeferson recebeu um belo lançamento, observou a saída de Caíque e tocou por cima, mas a bola saiu tirando tinta da trave. Em seguida, o Vila Nova pediu pênalti quando Capa se atrapalhou ao tentar cortar e a bola acabou batendo em seu braço, mas a arbitragem interpretou como um lance normal.

Quando o empate estava desenhado, o Vitória marcou. Patrick perde a bola para Felipe Garcia ao tentar sair jogando. O atacante rubro-negro apenas avança e toca para o meio. Ruan Levine recebe e bate firme de primeira para dar números finais ao confronto e contemplar o Leão da Barra com o primeiro resultado positivo na Série B.

VAVEL Logo