Abel demonstra satisfação e garante manutenção de estilo do Flamengo: "Não vamos mudar"
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O Flamengo enfrentou o São Paulo neste domingo (05), com time reserva o rubro-negro ficou no empate por 1 a 1 fora de casa. Em entrevista coletiva logo após a partida, Abel Braga afirmou que manterá o estilo de jogo da equipe ao longo da temporada e projetou o jogo da próxima quarta-feira (08), diante do Peñarol, pela Libertadores.

"Não vamos mudar nossa forma de jogar. O Peñarol foi muito feliz no jogo do Rio. Houve uma expulsão rigorosa demais. Ficamos com um a menos. Se termina empatado, mantínhamos os três pontos e estaríamos classificados. Eles colocaram três volantes e fecharam as laterais. Não sei como virão, mas nós não vamos mudar. Não vou botar mais volante, mais zagueiro. Se a gente encolher, vai ser complicado. Eles vão ter que sair mais pro jogo do que no Rio de Janeiro. Esses jogadores estarão no banco. Em determinado momento, a gente pode usar sem prejuízo. Eles mostraram que tem capacidade."

O rubro-negro vai ao Uruguai em busca da classificação, e Abel demonstrou plena noção da dificuldade do confronto. Para o comandante do Flamengo, essa será a partida mais importante do semestre, e que além do que foi visto no Maracanã, será apresentado.

"É um jogo que será diferente do Rio. O torcedor empurra. Vamos ver como eles se saem. Os jogadores merecem. É a única coisa que nos machucou até agora, fora do contexto normal. Já pegamos Cruzeiro, Inter e São Paulo fora. O jogo do semestre é quarta-feira. Vou fazer o possível. Não consigo dissipar essa nuvem 100%. As maiores virtudes da vitória são quando tem as decepções da derrota. Espero uma equipe madura."

Perguntado sobre as críticas da torcida, que voltaram a tomar força nos últimos dias, especialmente após a derrota para o Internacional na última quarta-feira(01), em Porto Alegre. "Abelão" demonstrou total entendimento da situação.

"Torcedor é soberano. Pode ser a vontade dele, de uma maioria, de uma minoria, como tem a vontade da direção, como tem a minha vontade. O torcedor é soberano."

VAVEL Logo