Mano Menezes avalia derrota do Cruzeiro:"Tivemos dificuldades para criar"
Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Mano Menezes avalia derrota do Cruzeiro:"Tivemos dificuldades para criar"

Mesmo com derrota em casa, Raposa se classificou em primeiro lugar do Grupo B da Libertadores

campolina
Rafael Mendonça

O Cruzeiro foi derrotado pela primeira vez na Copa Libertadores deste ano, nesta quarta-feira (8). O Emelec venceu a equipe celeste por 2 a 1 no Mineirão. Além da primeira derrota, foram os primeiros gols sofridos pelo time na competição. Apesar de ter perdido o jogo, a Raposa se classificou em primeiro no Grupo B.

O treinador Mano Menezes afirmou que a equipe fez duas estapas bem diferentes e criticou a decisão do árbitro de não marcar um pênalti a favor da sua equipe.

"O Cruzeiro, ao meu ver fez dois tempos bem distintos, e tivemos um primeiro tempo abaixo do esperado, com dificuldades para criar. Mesmo assim tivemos uma penalidade máxima a favor no primeiro tempo no Sassá, que na opinião de todo mundo foi pênalti, mas o árbitro entendeu que não, que daria uma saída de vantagem. Voltamos no segundo tempo com duas alterações, que é fato raro, mas achei que era necessário em função daquilo que tinha visto (...). A equipe ganhou força, mais jogadores se juntaram ao Sassá, chegamos ao empate, fizemos mais um gol, comprovadamente legal, e o bandeira anulou, seria o gol da virada. A gente podia ter administrado um pouquinho diferente essa última parte, mas criamos o suficiente para ganhar o jogo", disse o treinador

Sobre a escalação de jogadores considerados reservas, Mano esclareceu que as escolhas foram feitas por necessidades e não por opção.

"As escolhas foram assim porque elas deveriam ser assim, eu não deixei nenhum dos jogadores que entraram fora por opção técnica minha", garantiu o técnico

Quanto à derrota, o comandante entende que o aprendizado é um ponto positivo e ainda ressaltou a importância do torcedor em jogos importantes.

"Às vezes a gente perde e, talvez, seja bom para aprendermos determinadas coisas, para estarmos preparados lá na frente. Nunca é bom perder em casa. Está na hora de nos prepararmos para jogos importantes, do Mineirão estar mais lotado, porque se são jogos importantes, nós temos que ter 50 mil cruzeirenses nos ajudando, no mínimo", afirmou. 

O Cruzeiro agora volta o foco para o Campeonato Brasileiro. A Raposa viaja para Porto Alegre para enfrentar o Internacional, domingo (12), às 16h. A partida acontecerá no Estádio Beira-Rio e a equipe mineira irá buscar a terceira vitória seguida na competição.

 

VAVEL Logo