Barroca comemora vitória no clássico e bom começo do Botafogo no Brasileirão
(Foto: Divulgação/Botafogo)

Barroca comemora vitória no clássico e bom começo do Botafogo no Brasileirão

Glorioso chegou a terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro

samuel-de-oliveira
Samuel Oliveira

O técnico Eduardo Barroca comentou sobre a vitória do Botafogo em cima do Fluminense por 1 a 0 neste sábado, no Maracanã, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador comentou sobre os três pontos conquistados e acredita que a equipe ainda tem muito a desenvolver na competição.

"Percebi que tínhamos um potencial de começar forte a competição ao ver a reação dos jogadores, a dedicação e empenho após a derrota para o São Paulo. Nossa meta ainda é começar bem, temos desafios duros até a nona rodada. Precisamos focar na recuperação dos jogadores, dar condição a todos eles na semana cheia. Jogar assim até a nona rodada, com muita entrega, dedicação. Sabendo que isso só está acontecendo pelo esforço dos jogadores, por como estão se dedicando.", disse

Apesar da vitória, o treinador aproveitou para elogiar Fernando Diniz, técnico do Fluminense, pelas estratégias táticas usadas na partida.

"A comunidade do futebol precisa bater palmas para o Diniz. Não pensamos em jogar retraídos, no contra-ataque. Tentamos encaixar a pressão e eles conseguiram sair. Usaram o homem a mais (o goleiro Rodolfo) e conseguiam. Com hábito coletivo, habilidade individual, confiança que o Diniz dá, nos criaram muitas dificuldades. Sabia que seria um jogo de duelo, muitas vezes coletivo. O tempo de trabalho que o Diniz tem, o que ele impõe a seus jogadores, fizeram a gente ter que sair do que estamos habituados. Tenho que dar os méritos ao trabalho dele. Precisamos ter repertório para jogar de outra forma. Acho que o Botafogo fez isso muito bem.", elogiou.

Confira outros tópicos abordados na entrevista coletiva:

CHANCES DE GOLS

''Acho que tivemos chances de gol. No primeiro tempo a chance do Diego Souza no início. No segundo tivemos chances claras. O hábito coletivo vai gerar o maior repertório para a criação de jogadas. O gol de hoje nós treinamos ontem. Treinamos preenchimento de área e colocamos em prática com o Alex. Repetição e treinamento. O jogo traz problemas, temos que repetir, treinar e cobrar''.

BOM INÍCIO NO BRASILEIRO

''Continuamos com os pés no chão, sabendo das dificuldades, sabendo do nível da competição e que só estamos conseguindo isso pelo mérito dos jogadores. Estou esticando a corda e cobrando. Eles estão respondendo. Assim vamos continuar porque ainda temos muita coisa a crescer''.

META DE PONTOS

''Não trabalhei com meta de pontos. O compromisso é se exigir ao máximo, se cobrar ao máximo e trabalhar na plenitude pensando em ganhar todos os jogos. Vamos assim até a nona rodada, até a parada para a Copa América. Temos que arrumar soluções para ter a maior pontuação até essa parada. E em um segundo momento poder planejar a médio e longo prazo''.

TORCIDA 

''A torcida do Botafogo reconhece esse tipo de momento. Está junto conosco desde o primeiro momento. Vejo eles junto, reconhecendo o esforço. É algo gratificante ver o esforço dos jogadores e os resultados''.

ENTRADA DE YURI

"A entrada do Yuri ajudou um pouco o Fernando na marcação pelo lado direito. Tivemos problemas no início porque o Erik estava na direita e ele é mais ofensivo que o Pimpão. Inverti no meio do primeiro tempo para o Pimpão ajudar no intervalo optei pelo Yuri porque o conheço bem da base. O Fluminense joga com amplitude e profundidade''.

O próximo duelo do Botafogo será no domingo (19), pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O adversário será o Goiás, no Estádio Serra Dourada. Em caso de vitória, o Glorioso pode até alcançar a liderança da competição.

VAVEL Logo