Empate com o Grêmio não agrada Carille, que reclama de erros de passes
(Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)

Corinthians e Grêmio ficaram apenas no 0 a 0 na noite desse sábado em Itaquera. O técnico Fábio Carille, perdeu Pedrinho logo no aquecimento e teve que mudar a tática no pré-jogo. Mas o que vem incomodando o professor é outra questão. 

"Perdi o Pedrinho no aquecimento. Mas o que está me incomodando são os erros de passe simples. Hoje achei o time mal tecnicamente no primeiro tempo, Mauro e Sornoza errando muitos passes", disse o técnico.

Para tentar fugir da marcação dos gaúchos, Carille tentou usar uma nova tática para obter novos resultados, e explicou a função de Régis em campo.

"Eu mudei a forma de jogar pelas dificuldades. Adiantei os laterais, coloquei o Clayson mais perto do 9. O Régis é o que a gente espera mesmo, perto do 9, entrando na área", frisou.

A ideia que o técnico tinha, era colocar Régis já contra o Vasco, mas perdeu peças importantes naquele momento e não poderia arriscar o garoto recém promovida da base. 

"Inscrevi o Regis em uma fase muito decisiva, não dava para fazer testes. No Morumbi, Júnior urso machuca e preciso fazer substituição por lesão. Contra a Chape, também. São circunstâncias do jogo. A ideia era colocar contra o Vasco, mas perdi Richard e Vital por câimbra e por isso demorou um pouco", lamentou.

Carille citou mais de uma vez sobre o quanto o desempenho do Corinthians desagradou.

"Procuramos desempenho sempre, mas também procuramos o resultado. Temos que melhorar bastante. Sem bola nosso jogo foi muito bom, finalizamos mais e eles ficaram mais com a bola. Estamos no processo de melhora ainda", comentou o técnico.

No momento do pênalti para o Grêmio que foi anulado pelo VAR e causou reclamações de Renato Gaúcho, Carille afirmou que se fosse contra o time dele, também reclamaria. E também fala sobre a postura do árbitro na partida. 

"Acho o Marcelo um bom árbitro, mas gesticula demais, quer aparecer mais do que os jogadores. Sobre o pênalti, é algo que eu quero entender. Bola do Grêmio, pênalti para o Grêmio e depois bola para o Corinthians? Não entendi isso e quero entender isso também. Se fosse contra o meu time, reclamaria. As coisas estão estranhas, mas quero entender", questionou.

Na quarta-feira o Corinthians recebe o Flamengo para o primeiro duelo das oitavas de final da Copa do Brasil, e Carille ainda não tem o time definido para esse duelo. O técnico vai aguardar o sorteio da Copa Sul-americana para poder definir isso na segunda-feira.

"Tudo vai depender muito do que vai acontecer segunda-feira no sorteio para a Sul-Americana. Sei que tenho os jogadores inteiros para quarta-feira, aí depois a gente pensa o que vai fazer no sábado. Dependendo do sorteio podemos jogar na terça, quarta ou quinta e esse vai ser o nosso grande desafio até a parada da Copa América", finalizou.

VAVEL Logo