Seleção Brasileira terá novidades extracampo para a Copa América
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Nesta sexta-feira (17), o técnico Tite convocou os 23 jogadores que irão representar o país na Copa América, em junho. Sem muitas novidades, a seleção terá nomes que estavam presentes no ciclo da Copa do Mundo, e outros que estão sendo utilizados pelo treinador desde o início de renovação do trabalho após a eliminação nas quartas do Mundial da Rússia. 

Entretanto, se dentro de campo o Brasil não terá muitas novidades, fora dele haverá algumas modificações. Sylvinho, comandante da Seleção Brasileira pré-olímpica e auxiliar de Tite na principal, não continuará no seu cargo. O anúncio foi feito pelo coordenador técnico, Edu Gaspar, pouco antes da divulgação da lista oficial. Sylvinho aceitou o convite de um clube da Europa e se desligou da seleção. 

"Um anúncio que é uma mistura de sentimentos. Temos um profissional que é o Sylvinho que não vai fazer parte da Copa América. Eu, por respeito ao clube e ao Sylvinho, não posso anunciar, o que posso anunciar aqui é o desligamento dele a partir de hoje. Deixo aqui a mensagem pessoal de um amigo de muitos anos. Que você seja feliz, vou sentir saudades, estamos orgulhosos de você, disse isso ao presidente, foi o mesmo sentimento dele", disse Edu Gaspar.

Além disso, haverá outra novidade para a Copa América. Atual presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, será o chefe de delegação da seleção na competição. O dirigente esteve presente na sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para acompanhar a divulgação da lista e a coletiva do treinador Tite.

VAVEL Logo