Atlético-MG aproveita erros da zaga carioca e vence Flamengo no Horto
(Foto: Reprodução/Agência Atlético-MG)

Atlético-MG aproveita erros da zaga carioca e vence Flamengo no Horto

Rodrigo Caio e Léo Duarte erraram nos dois gols mineiros

leo_silva997
Leonardo José
Atlético-MGVictor; Guga, Réver (Leonardo Silva), Igor Rabello, Patric, Zé Welison, Elias, Cazares (Vinícius), Chará, Luan e Ricardo Oliveira (Adilson). TEC: Rodrigo Santana.
FlamengoDiego Alves, Pará, Léo Duarte (Vitinho), Rodrigo Caio, Renê, Cuéllar, Willian Arão, Arrascaeta (Lincoln), Everton Ribeiro, Gabriel (Berrío) e Bruno Henrique. TEC: Abel Braga.
INCIDENCIASJogo disputado a partir das 19h na Arena Independência, pela quinta rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Jogo aberto e com chances em Belo Horizonte! Assim foi o cenário do confronto entre Atlético-MG e Flamengo pela quinta rodada do Brasileirão. O foco de ambos é a parte de cima da tabela e foi o Galo quem saiu vitorioso mesmo jogando todo o segundo tempo com um a menos no Independência.

Jogo franco e Elias expulso

A primeira parte do jogo teve um Flamengo superior durante todo o tempo, mas não conseguia cria chances claras de gol. Ambos os times buscavam as redes, mas o Galo era encurralado pelos adversários. Ricardo Oliveira aos 20 minutos teve chance, mas foi barrado pela defesa flamenguista. Em seguida, aos 29', Rodrigo Caio saiu jogando errado e após rebatida numa tentativa de chutão, Cazares aproveitou sobra e, na cara do gol, teve calma para deixar Léo Duarte, o próprio Rodrigo Caio e Diego Alves no chão antes de só empurrar às redes (1 a 0).

Não deu tempo nem da torcida atleticana comemorar: Bruno Henrique recebeu de Arão, deu belo drible em zagueiro e chutou firme cruzado na parede da rede de Victor (1 a 1). Depois do empate, o Fla continuou superior, mas o Galo já estava investindo mais nos contragolpes. E antes da ida aos vestiários, Elias deu carrinho em Renê e foi expulso com análise do VAR.

São Victor

Na volta do intervalo, Rodrigo Santana tirou Ricardo Oliveira e colocou Adilson para recompor o meio de campo. E logo aos dois minutos, Léo Duarte tentou afastar de cabeça para Rodrigo Caio. Chará aproveitou o vacilo a zaga e, sem ângulo, mandou uma pancada. Diego Alves foi pego desprevenido e tomou (2 a 1).

Com um a mais, o Flamengo de Abel Braga recorreu ao famoso "chuveirinho" para tentar o empate. Bruno Henrique, Everton Ribeiro e Gabigol pararam nas defesa milagrosas de Victor, que salvou o Atlético em no mínimo quatro oportunidades. Luan, em contra-ataque, não deixou Chará na boca do gol porque Léo Duarte tirou o perigo com a ponta da chuteira. O sistema defensivo dos mandantes foi eficiente dentro da incapacidade criativa dos cariocas. No mais , as 47 jogadas aéreas do Rubro-Negro não surtiram efeito e o triunfo foi do clube mineiro.

E agora?

Com mais três pontos na conta, o Atlético-MG é o segundo e agora soma 12, um ponto atrás do líder Palmeiras, que goleou o Santos. Já o Flamengo está parcialmente na sétima posição, com sete pontos. Na próxima rodada, os cariocas recebem o Athletico-PR, às 16h do domingo (26). E os mineiros, um dia antes, visitam o Grêmio, às 19h.

VAVEL Logo