Para afastar pressão, Figueirense recebe Atlético-GO pela sexta rodada da Série B

Figueirense e Atlético Goianiense se enfrentam na noite desta sexta-feira (31) às 19h15, no Orlando Scarpelli, em jogo válido pela sexta rodada da Série B de 2019. O Furacão tenta se livrar da zona de perigo, já que está em 16º, com seis pontos, apenas um à frente do rival Criciúma. Do outro lado, o Dragão luta por uma vaga no grupo de acesso - está em sexto, com oito pontos- uma vitória junto de uma combinação de resultados por dar aos goianos a vice liderança da Série B.

Semana livre proporciona retornos à equipe comandada por Hemerson Maria

A última partida do Figueirense foi há 10 dias, na terça-feira (21). Esse tempo sem atuar deve ajudar o técnico do Furacão, já que
Juninho, Willian Popp e Matheus Destro estão recuperados de lesão, porém devem iniciar no banco de reservas. O último treino antes da partida foi com portões fechados, mas os trabalhos de terça (28) revelaram possíveis alterações na equipe: Alemão Teixeira e Betinho pode entrar nos lugares de Pereira e Matheuzinho, respectivamente.

Para a sequência da temporada, Hemerson confirmou a chegada do meia Andrigo, que estava no Vitória. Para ele, o jogador é experiente e deve ajudar muito a sua equipe.

"Ele finaliza bem, também joga pelo lado de campo, é versátil e competitivo. Só jogou Série A do Campeonato Brasileiro, é um jogador jovem, mas com rodagem, também jogou na seleção de base. Vai agregar valor técnico. É um atleta que será muito útil na sequência da temporada", disse.

Com isso, o Figueira deve jogar com: Denis; Alemão Teixeira, Alemão, Ruan Renato e Julio Rusch; Zé Antônio, Betinho, Fellipe Mateus e Tony; João Diogo e Rafael Marques


Dragão sem camisa 10 definido

A equipe comandada por Wagner Lopes tem uma incógnita das grandes para a partida de logo mais no Orlando Scarpelli: quem jogará como 10? Os mais cotados, Jorginho e Matheus, estão indisponíveis - o primeiro por lesão e o segundo suspenso. Héctor Bustamante e Pedrinho disputam a vaga, em alteração que deve ser a única em relação ao último jogo, contra o Vitória.

"A ideia é a gente ter um time equilibrado, que marque bem, saiba ocupar os espaços e jogue bem quando tiver a bola. Testamos o Héctor e o Pedrinho para ver quem entende melhor a ocupação de espaço, quem sabe a função de flutuar, jogar, fazer o time jogar e encostar no Pedro Raul para fazer triangulações. É o que a gente está pensando", disse Wagner.

O Atlético-GO deve jogar com: Kozlinski; Reginaldo, Lucas Rocha, Gilvan e Nicolas; Pedro Bambu, Moacir e Bustamante (Pedrinho); Jarro Pedroso, Pedro Raul e Mike

VAVEL Logo