CBF bate o pé e não libera despedida de Rodrygo
Foto: (Ivan Storti/Santos FC)

ao  A tentativa da diretoria santista em atrasar a apresentação do atacante Rodrygo, convocado para a Seleção Brasileira sub-20 para o Torneio de Toulon, parece não ter dado certo. Apesar de unir forças com o Athletico-PR, que também faz jogo duro pela liberação de Renan Lodi, Rogério Cabloco, presidente da CBF, afirma em entrevista que nenhum deles será desconvocado.

"Uma vez que o jogador é convocado, ele não pode ser desconvocado. Foi isso que aconteceu com os dois atletas", afirma Cabloco, em trecho, ao canal Fox Sports.

Na última semana o próprio Rodrygo junto do presidente Jose Carlos Peres confirmaram a liberação. A ideia da diretoria do Santos é que o atleta se despeça do clube após o clássico contra o Corinthians, no dia 12/6, na Vila Belmiro.

O Santos já havia emitido um ofício no final de semana, porém sem resposta da entidade. Com receio de punições, a comissão técnica não escalou Rodrygo para o jogo contra o Ceará. A joia santista não atua há nove dias e caso não consiga a liberação, já terá feito seu último jogo, contra o Internacional, pois em julho será apresentado ao Real Madrid.

VAVEL Logo