De olho na Copa América, Brasil enfrenta Catar em amistoso no Mané Garrincha
(Foto:Divulgação/Fernando Torres / CBF)

Em busca do time perfeito, o Brasil enfrenta o Catar nesta quarta-feira (05), às 21h30, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. O técnico Tite ainda não vai contar com a força máxima para esse jogo. Os goleiros Alisson e Cássio e o atacante Roberto Firmino serão os últimos a se apresentarem para a Copa América.

Diante disso, o Brasil pode ter novidades na sua escalação. O arqueiro Ederson é a mais provável delas. Outra relevante novidade foi a mudança tática que o treinador da seleção canarinha promoveu para o time, o que privilegiou alguns jogadores no elenco. Depois do desempenho na Copa do Mundo, Tite resolveu adquirir o 4-2-3-1 e deixar o 4-1-4-1 "na gaveta". Pelo menos por enquanto.

Na provável escalação, Casemiro e Arthur jogarão lado a lado no novo esquema. Tal mudança foi benéfica para o volante do Real Madrid que terá um companheiro para o setor e também para o meia do Barcelona que vai atuar na posição que elevou o seu futebol. Além disso, os jogadores do meio-campo jogarão em linha e com autoridade para mesclar a posição durante a partida, visando municiar também o atacante, Gabriel Jesus.

Com isso, o time que vai à campo será formado por: Ederson, Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Filipe Luís; Casemiro, Arthur, Philippe Coutinho; Richarlison, Neymar e Gabriel Jesus.

Visitante indigesto

Por conta da pouca tradição no cenário do futebol, muita gente pode achar que o Catar vem pra ser o"saco de pancada" do Brasil, que será um jogo "festivo" e sinônimo de goleada. Mas pra quem acompanha  futebol, sabe que não é bem assim.

Com uma campanha exemplar na Copa da Ásia, anotando sete vitórias em sete jogos, a seleção do catariana vem com confiança para o confronto e num esquema pra lá de defensivo para manter a "pegada" para a sequência da temporada, já que é a seleção convidada para disputar a Copa América, estreando no dia 16 de Junho, no Maracanã, contra o Paraguai, em jogo válido pelo grupo B.

Depois disso, a seleção da Ásia vai enfrentar a Colômbia, no Morumbi e finaliza a sua participação na fase de grupos contra a Argentina, no dia 23 de Junho, em Porto Alegre. E para fazer bonito no torneio sul-americano, o técnico Felix Sánchez colocou um esquema defensivo.

Na provável escalação, Al Sheeb, Pedro Correia, Al Rawi, Khoukhi, Salman e Hassan; Madibo, Haydos e Hatem; Afif e Almoez Ali formarão o esquema 5-4-1 para tentar não fazer feio frente ao Brasil. Para saber se vai dar certo ou não, só nos resta acompanhar essa partida pra lá de curiosa.

VAVEL Logo