Gabriel comemora boa fase do Botafogo, mas pede pés no chão: "Continuar bem focados"
Foto: Vitor Silva / Botafogo

Gabriel comemora boa fase do Botafogo, mas pede pés no chão: "Continuar bem focados"

Zagueiro mais uma vez elogiou bastante o trabalho de Eduardo Barroca e celebrou a sequência que vem tendo no Alvinegro

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Com a saída de Igor Rabello para o Atlético-MG, o Botafogo perdeu um de seus pilares defensivos. Para suprir a venda, Gabriel, que pertence ao Galo, chegou por empréstimo ao Alvinegro e, rapidamente, fez com que a torcida esquecesse o vazio deixado pelo 'General'. Vivendo grande momento no clube de General Severiano, o zagueiro é um dos destaques da boa campanha no Campeonato Brasileiro e na Copa Sul-Americana.

Em entrevista coletiva concedida nesta terça (11), no Nilton Santos, Gabriel afirmou que time e torcida vivem uma lua de mel, mas que é preciso ter pés no chão e seguir trabalhando para os bons resultados continuarem acontecendo.

"Vivemos um momento de lua de mel, mas é apenas o início. Não podemos ficar acomodados, porque estamos apenas no nono jogo. Temos que continuar bem focados".

Jogador que mais atuou com Barroca no ano, o defensor comemorou a sequência que vem tendo com o treinador e destacou a persistência que trouxe consigo desde os tempos em Minas Gerais. 

"Isso é muito importante para o jogador, o que ele mais gosta é de estar no campo. Fico muito feliz. Ás vezes passa a questão da fisiologia e preparação física. Tem muita coisa por trás que coopera isso. Tem trabalho específico, então esse belo trabalho tem que ser exaltado".

"Futebol é assim. Você tem momentos bons, às vezes não acontecem da melhor maneira. Tem que confiar. Tive momento que as coisas não davam certo, mas tirei de aprendizado. Você nunca perde, sempre aprende algo. Quando eu não jogava, sempre aprendi. Creio que Deus está no controle de tudo. Tive oportunidade maravilhosa de estar em um dos maiores clubes do Brasil. Espero dar sequência e conquistar nos nossos principais objetivos".

Perguntado sobre a boa fase do Botafogo, Gabriel afirmou que a classificação na Sul-Americana serviu de motivação para os atletas e aproveitou para rasgar elogios ao técnico alvinegro, um dos principais responsáveis pelo futebol bem jogado da equipe.

"A gente vive em cada jogo um momento. Creio que o nosso melhor momento é sempre o próximo jogo. O momento da Sul-Americana foi mágico, porque sabemos a importância da competição. A chegada do Barroca foi de muita alegria, não que Zé Ricardo merecesse sair, mas é um treinador jovem que recebe uma oportunidade".

"Treinador jovem, mas com ideias de jogo fantásticas. O Botafogo fica muito com a posse, é muito agressiva com a marcação. É um futebol muito corajoso. É uma filosofia que é muito bem-vinda. Tem muito para evoluir ainda. Nessa parada, ele vai poder implantar ainda mais o que ele quer".

Com 550 passes certos e apenas 16 errados, o zagueiro de 24 anos é o líder no quesito, de acordo com o Footstats. Mais uma vez, o jogador dividiu o mérito com Barroca e com seus companheiros de elenco.

"Primeiramente é o trabalho do Barroca. Quando você tem a linha de passe, fica mais fácil de acertar. Você tem quatro, cinco opções. Isso facilita muito. Tenho que dar mérito ao Barroca e aos companheiros, porque, no momento em que estou pressionado, isso facilita, e eles dão opções".

Por fim, Gabriel comentou sobre a expectativa de casa cheia contra o Grêmio, último adversário do Alvinegro antes da parada para a Copa América. Para ele, o time fica ainda mais forte com o apoio dos botafoguenses no estádio.

"A gente fica muito feliz, porque quando se joga com o estádio cheio e o apoio do torcedor a atmosfera é outra. O Botafogo é ainda mais forte com a presença da torcida. E esperamos que eles possam voltar com imensa alegria para casa".

VAVEL Logo